Reynaldo Gianecchini não tem previsão de alta e médico diz que é cedo para quimioterapia

Ator foi diagnosticado com câncer no sistema linfático e está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo

Da redação Publicado em 11/08/2011, às 14h29

Reynaldo Gianecchini segue internado e sem previsão de alta
Rodrigo Bueno

Um dos médicos de Reynaldo Gianecchini, o infectologista David Uip, em entrevista ao portal Terra, afirmou que ainda é cedo para que o ator se submeta à quimioterapia. Ele afirmou que, primeiramente, Gianecchini está sendo tratado com antibióticos por causa de um processo infeccioso agudo. A expectativa é que nas próximas horas ele melhore e a quimioterapia tenha início na próxima segunda, 15.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil - na íntegra e gratuitamente!

Gianecchini segue internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O boletim médico fornecido pelo hospital afirma que não há previsão de alta, mas que o estado geral do paciente é bom. O Dr. Uip ainda explicou que todos os exames necessários já foram realizados e que a especificidade do tumor deverá ser identificada ainda nesta quinta, 11.

O ator foi diagnosticado com câncer no sistema linfático, conforme foi divulgado na última quarta, 10. "Após ser internado com suposto sintoma de faringite, foi diagnosticado um linfoma não-Hodgkin", afirmou o ator e modelo, em comunicado. "Estou pronto para a luta e conto com o carinho e o amor de todos vocês."

Algumas causas que explicam o surgimento do linfoma não-Hodgkin são a deficiência do sistema imunológico e a exposição longa a químicas como pesticidas, solventes e inseticidas. Uma doença da mesma família (ainda não se sabe se do mesmo tipo) acometeu a presidente Dilma Rousseff em 2009, que foi curada após tratamento.