Ringo Starr inicia neste mês primeira turnê europeia desde 1998

Ex-beatle esteve em entrevista coletiva de imprensa, transmitida online, e tocou quatro músicas com a All-Starr Band; Ringo também disse que finalizou as gravações de seu próximo álbum

Da redação Publicado em 01/06/2011, às 13h57

Ringo Starr tocará na Europa em junho e julho
AP

Ringo Starr esteve em uma entrevista coletiva de imprensa em Londres, na Inglaterra, nesta quarta, 1, para divulgar sua primeira turnê europeia desde 1998, com All-Starr Band. O evento foi transmitido em tempo real na internet e contou com a apresentação de quatro músicas com o grupo.

A nova formação da All-Starr Band conta com Rick Derringer, Gregg Bissonette, Edgar Winter, Gary Wright, Richard Page e Wally Palmar (além do próprio ex-beatle, claro). Trata-se da mesma banda que excursionou com ele pelos Estados Unidos em 2010. Na ocasião, quando questionado por jornalistas se não passou por sua cabeça convidar Paul McCartney, respondeu: "Toda vez que formo uma banda, pergunto ao Paul se ele quer fazer parte. Nunca dá certo porque ele está sempre ocupado".

Nesta turnê, entre as datas marcadas, estão shows em Kiev (primeiro apresentação da maratona, em 4 de junho), Moscou, Liverpool, Londres, Paris e Budapeste. Até o momento, os shows vão até 17 de julho, com mais datas a serem confirmadas, segundo informa o site oficial do músico. Não se sabe se existem planos por parte dele e de sua equipe para uma possível turnê na América do Sul.

Antes do rápido bate-papo com jornalistas de diversas partes da Europa, ele e banda tocaram quatro faixas: "Boys" (do álbum Please, Please Me, dos Beatles), "Free Ride" (de Edgar Winter), "Broken Wings" (do Mr. Mister) e "With a Little Help from My Friends" (do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, dos Beatles). Na ocasião, ele também contou que já finalizou seu novo álbum, sem título divulgado, gravado em Los Angeles. "Sempre acho o último melhor", comentou, sem entrar em detalhes, sobre sucessor do disco Y Not, de 2010. Em entrevista recente, o músico havia comentado que o álbum retratará seu período em Liverpool antes de se tornar um beatle (leia aqui).