Rock in Rio tem mais quatro edições anunciadas

“Gostaria de trazer Iron Maiden, Radiohead e Guns”, diz Roberto Medina a respeito do próximo festival, que acontece em 2011

Por Christina Fuscaldo, do Rio de Janeiro Publicado em 18/08/2010, às 12h14

Roberto Medina, idealizador do Rock in Rio

Ver Galeria
(3 imagens)

Atualizada em 18/8, às 12h13

Na segunda, 16, em uma entrevista coletiva de imprensa que reuniu artistas, empresários do entretenimento, executivos de gravadoras e jornalistas, o pai Roberto e a filha Roberta Medina, respectivamente presidente e vice-presidente do Rock in Rio, anunciaram para o ano que vem a décima edição do megaevento - a quarta no Rio de Janeiro - e, com ela, a inauguração do Parque Olímpico Cidade do Rock. Construído em um terreno cedido pela Prefeitura em Jacarepaguá, o espaço de 150 m² abrigará diversos palcos, áreas e tendas entre os dias 23 de setembro e 2 de outubro de 2011 e, depois, será destinado a outros eventos e aos atletas escalados para as Olimpíadas de 2016, ano cotado para a última edição anunciada do Rock in Rio. O acordo da família Medina com a Prefeitura do Rio - assinado perante os convidados da coletiva - prevê a realização de edições do festival também em 2013 e 2015.

"Estou com a mesma emoção de 25 anos atrás. Serão seis dias de shows [23, 24, 25 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011] com cento e oito atrações. Os palcos continuam temáticos: rock, heavy, eletrônica, pop... Teremos capacidade para 120 mil pessoas por dia, mas nossa expectativa é de levar 600 mil à Cidade do Rock até o fim do evento", declarou Roberto Medina, que ainda aproveitou para dizer que o ingresso para cada dia deverá custar no máximo R$ 180.

Esta será a primeira edição do Rock in Rio na cidade onde o festival foi criado - em 1985 - em dez anos. Em 2004, Roberto e Roberta Medina levaram o Rock in Rio a Lisboa, em Portugal, onde já ocorreram quatro edições. Em 2008, aconteceu o Rock in Rio Madri, cujo sucesso se repetiu em 2010.

"Em Portugal, reunimos mais de um milhão e trezentas mil pessoas e, em Madri, mais de 500 mil", lembrou Roberta, braço preocupado com sustentabilidade e ações sociais. "Nos últimos dez anos, o festival gerou € 4,8 milhões, que foram doados para ações socioambientais. O elo é a música, mas há muito mais para fazer".

Medina recebeu puxões de orelha pelo Twitter por ter anunciado, em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, que gostaria de ver Lady Gaga e Shakira no festival. O empresário e idealizador do maior evento de música que o Brasil já teve rebateu as críticas com bom humor e deu a dica do que pensa em ter como atrações no Rock in Rio 2011: "Eu também gostaria de trazer o Iron Maiden, o Radiohead e o Guns N' Roses".

Inicialmente, os planos eram de promover o retorno do Rock in Rio à sua cidade natal em 2014, ano da Copa do Mundo. Mas, como dito anteriormente, o acordo acabou sendo fechado para a realização do festival em 2011, 2013, 2015 e 2016. A ideia é que, nesta última edição (prevista até o momento), possa haver interação dos atletas escalados para os Jogos Olímpicos com o festival.

O Parque Olímpico Cidade do Rock ficará situado às margens das lagoas da Barra. O terreno está sendo desapropriado pela prefeitura, que fará obras com investimento de R$ 40 milhões.

Assista abaixo ao clipe da música tema do Rock in Rio, divulgado no último fim de semana: