Rock in Rio aumentará efetivo de segurança em 30% na Cidade do Rock

Em nota, o diretor do Departamento de Operações da Polícia Civil considera os 573 casos registrados um número baixo, levando em conta as cem mil pessoas que passaram pelo evento por dia no primeiro fim de semana

Redação Publicado em 28/09/2011, às 10h39 - Atualizado às 16h01

Fila Alimentação - Rock In Rio
Carol Vianna

Para o segundo fim de semana de atrações, o Rock in Rio aumentará seu efetivo de segurança, segundo informou a assessoria do evento em nota divulgada à imprensa.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Ao longo dos três primeiros dias o festival, o número de homens espalhados pela Cidade do Rock já tinha sido aumentado e, agora, a segurança será reforçada com a implantação de 30% a mais de profissionais.

De acordo com os números oficiais, divulgados pela assessoria, foram registradas 573 ocorrências na Cidade do Rock, de forma que 0,2% do público presente foi vítima de algum problema relativo à segurança.

O diretor do Departamento de Operações e sub-chefe da Polícia Civil, Fernando Veloso, declarou que “trata-se de um índice insignificante perto da dimensão do festival, que contou com 300.000 visitantes”.

A nota ainda informa que, no caso de objetos que foram perdidos, e não furtados, há uma lista no site oficial do Rock in Rio com todos os documentos que foram encontrados na Cidade do Rock. A partir desta quarta, 28, os itens encontrados estarão disponíveis no Achados e Perdidos no Edifício Sede dos Correiros, que fica na Av. Presidente Vargas, n. 3077 – Cidade Nova, Rio de Janeiro.