Ryan Murphy revela qual seria o final de Cory Monteith em Glee

Criador da série também exaltou a personalidade do ator: “Ele era inteiro coração”

Rolling Stone EUA Publicado em 24/12/2013, às 15h18 - Atualizado às 15h30

Cory Monteith
Chris Pizzello/AP

Ryan Murphy, criador de Glee, revelou o final que havia originalmente imaginado para o personagem de Cory Monteith (foto) em um discurso divulgado pela Entertainment Weekly . O ator, que morreu em decorrência de uma overdose em julho, aparecia muito no roteiro criado por Murphy. Em seu tocante texto, em que conta como estava em dúvida em relação ao piloto de Glee, e como Monteith o acalmou, Murphy descreveu o astro como “o começo e o final da série”.

As performances mais memoráveis de Cory Monteith em Glee.

Embora o showrunner já tenha falado sobre o final anteriormente – dizendo que “sempre soube como iria terminar” – ele não havia dado detalhes, apenas dizendo que envolvia o personagem de Monteith, Finn Hudson, e de Lea Michele (namorada dele nas telas e na vida real), Rachel Berry.

“No final da sexta temporada, Rachel teria se tornado uma grande estrela da Broadway, com o papel que ela nasceu para interpretar”, disse Murphy. “Finn teria se tornado professor, tendo se estabelecido, feliz, em Ohio, em paz com sua escolha e sem se sentir como um perdedor. A última fala seria essa: Rachel volta para Ohio, se sentindo feliz, mas não completamente, e entra no clube de Finn. ‘O que você está fazendo aqui?’, ele perguntaria. ‘Estou em casa’, ela diria. Fim.”

Murphy então contou como Monteith cresceu durante o tempo que eles se conheceram. Quando o ator fez o teste para a série, ele nunca havia dançado sozinho. Também nunca havia cantado. Mas no decorrer do programa, Monteith passou a dominar essas artes. Murphy diz que quando novos atores entravam para o elenco, o astro era o primeiro a falar com eles no set.

“Isso era o que Cory era para mim – inteiro coração”, disse Murphy. “Por fim, o corpo dele, através do triste e frustante vício, ganhou daquele grande e forte coração.”