Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Rust

SAG-AFTRA defende Alec Baldwin: 'O trabalho de um ator não é ser um especialista em armas de fogo'

Ator é acusado de homicídio pela morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de Rust, após um disparo acidental

Alec Baldwin (Foto: Mike Coppola/Getty Images for Robert F. Kennedy Human Rights)
Alec Baldwin (Foto: Mike Coppola/Getty Images for Robert F. Kennedy Human Rights)

O sindicato dos atores dos Estados Unidos (SAG-AFTRA) saiu em defesa de Alec Baldwin após a notícia de que promotores do Novo México decidiram acusar o ator de homicídio culposo pela morte de Halyna Hutchins no set de filmagem de Rust, em outubro de 2021.

“Enquanto as acusações apresentadas em 19 de janeiro são baseadas em uma acusação de uso negligente de uma arma de fogo baseada no fato de este ou qualquer ator ter o dever de inspecionar uma arma de fogo como parte de seu uso, isso é uma avaliação incorreta dos deveres reais de um ator no set”, disse o sindicato dos atores em comunicado.

+++LEIA MAIS: Alec Baldwin é novamente indiciado por homicídio culposo em morte de diretora

“O trabalho de um ator não é ser um especialista em armas de fogo. As armas de fogo são fornecidas para uso no set sob a orientação de vários profissionais especializados diretamente responsáveis ​​pela operação segura e precisa dessa arma de fogo,” segue o pronunciamento.

Baldwin se declarou inocente de uma acusação de homicídio culposo feita anteriormente, mas a promotoria do Novo México resolveu seguir com a acusação em janeiro deste ano, apesar de não ter prosseguido em abril de 2023. A reviravolta no caso acontece após a designação de novos procuradores para o processo.

+++LEIA MAIS: Vídeos mostram Alec Baldwin preocupado com a segurança no set antes de tragédia em 2021