Senado aprova Dia Nacional da Bossa Nova

Movimento musical será comemorado na data de nascimento de Tom Jobim

Da redação Publicado em 30/03/2009, às 11h24

Tom Jobim, fotografado em Ipanema
Otto Stupakoff

O Senado aprovou, na última quarta, 25, o dia 25 de janeiro como Dia Nacional da Bossa Nova, informou a coluna Gente Boa, do jornal O Globo, no domingo, 29.

O deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), autor do Projeto de Lei, elegeu a data a dedo: nascia, em 25 de janeiro de 1927, Antônio Carlos Jobim. Morto em 1994, o "maestro", como era conhecido, foi terço da santíssima trindade bossanovista, ao lado de João Gilberto e Vinicius de Moraes (1913-1980).

Marcos Valle, Roberto Menescal e Joyce estão na lista de artistas que apoiaram a criação da data.

Em 2008, uma série de eventos comemorativos marcou o aniversário de 50 anos da bossa nova, entre eles uma exposição interativa na Oca, em São Paulo, as primeiras apresentações de João Gilberto no Brasil em dez anos, e o encontro musical de Roberto Carlos e Caetano Veloso, que se apresentaram no Rio de Janeiro e na capital paulista.