Seth MacFarlane explica por que matou Brian Griffin

Criador de Uma Família da Pesada admitiu ter ficado surpreso com respostas dos fãs

Rolling Stone EUA Publicado em 15/01/2014, às 12h49 - Atualizado às 13h00

Brian Griffin
Reprodução / Facebook oficial

Seth MacFarlane afirmou que a súbita e temporária morte de Brian, o cachorro bebedor de Martini de Uma Família da Pesada, foi uma tentativa de mostrar à audiência do programa que nada ali é sagrado, segundo noticiou o site da revista Entertainment Weekly. Em evento de seu documentário Cosmos: A Spacetime Odyssey, feito para a Fox, MacFarlane disse aos jornalistas que “é uma lembrança às pessoas de que ainda é um programa onde tudo pode acontecer, apesar de que as coisas já estão aí há algum tempo”.

Galeria: 10 mortes marcantes em séries televisivas.

Além de ter atraído grande audiência para a série de animação, MacFarlane ficou surpreso também com a resposta raivosa de parte dos fãs à morte de Brian. “Ficamos todos muito surpresos, de forma positiva, que as pessoas ainda se importem o suficiente sobre um personagem para ficarem bravos”, disse. “Pensamos que criaria um pouco de rebuliço, mas a raiva era algo com a qual não contávamos.”

Galeria: 10 músicos que participaram de desenhos animados.

De qualquer forma, nem MacFarlane nem o resto da equipe de Uma Família da Pesada pareceram dispostos a manter Brian morto – mesmo que o personagem tenha sido substituído por outro cachorro, Vinny, dublado por Tony Sirico (The Sopranos), o novo cão acabou ajudando Stewie a voltar no tempo para salvar Brian no episódio de Natal.

“E assim acaba nossa aconchegante lição de fim de ano: nunca tenha como certo aqueles que você ama, porque eles podem ir embora em um instante”, tuitou MacFarlane depois da exibição do episódio. “Quero dizer, vocês não acharam que nós realmente mataríamos Brian, né? Deus, teríamos que estar muito doidões.”