Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

'God Save the Queen:' o dia em que a família real censurou os Sex Pistols

Em 1977, os Sex Pistols bateram de frente com a família real e ainda assim, a música chegou em segundo lugar nas paradas musicais

Redação Publicado em 08/09/2022, às 14h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Sid Vicius do Sex Pistols (Foto: Commons) / Rainha Elizabeth II (Foto: David Rose - WPA Pool/Getty Images)
Sid Vicius do Sex Pistols (Foto: Commons) / Rainha Elizabeth II (Foto: David Rose - WPA Pool/Getty Images)

"God Save the Queen" do Sex Pistols foi censurada pela Rainha Isabel II em 1977. A faixa comparava a monarquia inglesa a um regime fascista, e apesar de ter sido banida da rádio e televisão BBC, a música alcançou o segundo lugar nas paradas musicais. 

Com os versos "Deus salve a rainha / Ela não é um ser humano / Não há futuro nos sonhos da Inglaterra" a música enfureceu a família real, que na época exigiu que todas as cópias fossem destruídas. A faixa foi lançada poucos dias antes do Jubileu de Prata - comemorações dos 25 anos da ascensão ao trono da Rainha.

+++LEIA MAIS: Queen, Diana Ross e Elton John fazem show especial para Rainha Elizabeth; entenda

Em apenas cinco dias foram vendidas 150 mil cópias e apesar da censura, a indústria discográfica do Reino Unido considera que "God Save the Queen" foi o segundo single mais vendido na semana em que foi lançado.


"God Save the Queen"

Na música, a banda revelou que o objetivo da canção era dar voz a classe operaria britânica e aos problemas econômicos na época. Os Sex Pistols tinham sido proibidos de tocar em solo britânico, mas em junho daquele ano a solução para o grupo foi tocar em um barco, coincidentemente batizado de Rainha Isabel II, no rio Tamisa, próximo da Abadia de Westminster.

A música foi relançada pela Virgin Records e A&M Records em maio de 2022 em celebração ao Jubileu de Prata da Rainha da rainha Elizabeth II. 

+++LEIA MAIS: Sex Pistols lança reedição de 'God Save The Queen' para Jubileu da Rainha Elizabeth II


Morre Elizabeth II, rainha do Reino Unido, aos 96 anos

Elizabeth II, rainha do Reino Unido e de outros catorze Estados, morreu nesta quinta, 8, ao 96 anos, segundo anúncio da família real britânica nas redes sociais. Sucessora e filha de George VI, vale lembrar que ela foi a primeira monarca feminina soberana da Casa de Windsor.

"A rainha morreu pacificamente em Balmoral esta tarde. O rei e a rainha consorte permanecerão em Balmoral esta noite e retornarão a Londres amanhã," afirmou a Casa Real britânica. Dona do reinado mais longo da história do Reino Unido, Elizabeth Alexandra Mary estava na residência de férias: Castelo de Balmoral, localizado na Escócia, segundo informações do G1.