Shakira volta às origens no Rock in Rio

Cantora colombiana fechou o Palco Mundo, na madrugada de sexta para sábado

Do Rio de Janeiro Publicado em 01/10/2011, às 03h44

Shakira se esforçou para falar português no Rio

Ver Galeria
(2 imagens)

Se no show de São Paulo, em março deste ano, Shakira não atendeu aos gritos dos fãs pedindo “Estoy Aquí”, sucesso de sua fase sul-americana, no Rock in Rio, na madrugada deste sábado, 1, a colombiana entregou muito mais. Foram três faixas em espanhol logo de cara, começando a já citada e continuando com “Te Dejo Madrid” (de 2001, quando ela engatinhava na carreira norte-americana) e retornando aos anos 90 com “Si Te Vas”, de Dónde Están Los Ladrones (álbum também representado na apresentação por “Inevitable” e “Ojos Así”).

Fora essa volta às origens do sucesso dela por aqui, a cantora ainda investiu pesado em outras canções com letra em espanhol: vieram “Gypsy”, “La Tortura”, “Sale El Sol”, “Las de Intuición”, todas recebidas com entusiasmo pelos fãs.

Esforçando-se para se comunicar com o público sempre em português – língua que aprendeu para poder trabalhar melhor durante suas inúmeras passagens pelo Brasil -, ela também não deixou de fora do repertório os sucessos em inglês: “Whenever, Wherever” ganhou bailarinas brasileiras escolhidas na plateia, a quem Shakira ensinou passos de dança; “Loca” teve uma performance frenética que parecia ter saído de uma aula de aeróbica; “She Wolf” e seu arranjo oitentista soaram mais disco music ao vivo; e “Hips Don’t Lie” e “Waka Waka” colocaram 100 mil pessoas não só para cantar, mas também para dançar.

Antes disso, ainda houve espaço para um grande momento, quando a colombiana chamou Ivete Sangalo - outra atração do dia - de volta ao palco para um dueto em “País Tropical”. “Foi histórico”, disse Shakira para a baiana depois da música.