Soundgarden pode se reunir em breve

Chris Cornell cogita voltar a tocar com colegas da banda extinta em 1997

Da redação Publicado em 25/06/2009, às 16h33

Uma reunião do Soundgarden, que encerrou a carreira em 1997, pode estar prestes a acontecer. Em entrevista ao site Music Radar, Chris Cornell, ex-líder do grupo - que, após 12 anos, decidiu se separar por conflitos internos quanto à direção criativa da banda - disse que a hipótese não estava descartada. Sob o lema "nunca fale nunca", ele afirmou que a volta "absolutamente poderia acontecer".

Também reclamou que as pessoas mantêm uma impressão equivocada sobre o rompimento do Soundgarden. "Por alguma razão, parece haver esta crença de que nós tivemos um rompimento ruim, o que não é verdade." Outro dia mesmo, por exemplo, disse ter falado com Kim Thayil, ex-guitarrista da banda - que, junto a grupos como Nirvana e Pearl Jam, deu ao grunge um capítulo na história da música do século 20.

Cornell consolidou carreira solo; em 2001, montou a banda Audioslave, com ex-integrantes do Rage Against the Machine (abandonou o projeto seis anos depois). Em março, Kim Thayil, Matt Cameron e Ben Shepherd, membros do Soundgarden, tocaram juntos pela primeira vez em uma década. Cornell, no entanto, não esteve presente - no seu lugar, cantou Tad Doyle, líder do Tad, outro representante do Tad.

Cornell achou a apresentação "sensacional". "Me deu um sentimento bom. Gostaria de ter estado lá", confessou ao Music Radar.

Mas nem sempre o músico se mostrou tão inclinado à possibilidade de se reunir com os antigos colegas. Em outubro de 2005, em entrevista ao jornal Seattle Post-Intelligencer (que parou de circular em março de 2009), ele afirmou que não conseguia "pensar em nenhum motivo para mexer de novo com isso. Todos da banda estão em outros projetos musicais e todos estamos orgulhosos do Soundgarden."

Brent Smith, frontman da banda Shinedown, alimentou os rumores de uma possível volta do Soundgarden em entrevista à revista Kerrang!, depois de se apresentar no Download Festival (realizado entre 12 e 14 de junho, na Inglaterra).

"Há conversas de uma reunião [da banda] nos Estados [Unidos] em breve", disse. "Sei que alguém específico me contou isso. [Alguém] que está especificamente na organização. Meio que me disse que eles estão conversando a respeito."