Bruce Springsteen apoia Obama, mas afirma que não se envolverá em campanha política

"Ainda apoio o presidente, mas há muitas coisas que acredito que demoraram demais", diz o cantor

Redação Publicado em 17/02/2012, às 13h18

Bruce Springsteen

De acordo com a France Press, o cantor norte-americano Bruce Springsteen disse na última quinta-feira, 16, que apesar de ainda apoiar o presidente Barack Obama, não pretende se envolver em uma eventual campanha para a reeleição. "Eu me meti nisso quase por acidente. Os anos de [George W.] Bush foram tão horríveis que simplesmente não podia ficar parado", disse durante uma coletiva em Paris.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Bruce destacou os pontos positivos na administração de Obama. Para ele, ocorreram avanços em questões envolvendo os planos de saúde e mais iniciativa no processo de geração de novos empregos. Contudo, o cantor acredita que o governo foi submisso às grandes corporações. "Ainda apoio o presidente, mas há muitas coisas que acredito que demoraram demais. Ao mesmo tempo, saímos do Iraque e possivelmente estaremos fora do Afeganistão em breve", afirmou.

Springsteen esteve na Europa para promover seu último álbum, Wrecking Ball, e acertar os detalhes de sua próxima turnê.