Stevie Wonder cancela performance que faria em prol das Forças de Defesa de Israel

“Eu sou e sempre fui contra a guerra, qualquer guerra, em qualquer lugar”, disse ele

Rolling Stone EUA Publicado em 03/12/2012, às 10h59 - Atualizado às 12h27

“Não podemos voltar atrás agora”, bradou Stevie Wonder na música “Keep Moving Forward”, feita especialmente para a campanha de Obama. O nome da canção é bem claro – continuem seguindo em frente
AP

Stevie Wonder cancelou a performance que faria em um evento formal para arrecadar fundos para a entidade Friends of the Israel Defence Forces (Amigos das Forças de Defesa de Israel), de acordo com a agência de notícias Reuters. Ele estava escalado para cantar no dia 6 de dezembro em Los Angeles para a organização, que ajuda pessoas servindo o exército de Israel, assim como famílias de soldados mortos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"Por causa da atual e muito delicada situação no Oriente Médio, e com um coração que sempre pediu união no mundo, eu não vou me apresentar no baile da FIDF", disse Wonder em um comunicado enviado à Reuters. “Eu sou e sempre fui contra a guerra, qualquer guerra, em qualquer lugar", ele acrescentou.

A previsão da participação do cantor, que desde 2009 é dono do título de Mensageiro da Paz da ONU, gerou críticas de diversas organizações, incluindo a Campanha dos Estados Unidos para Encerrar a Ocupação Israelense. Wonder disse em seu comunicado que ele fará doações a organizações que ajudam crianças deficientes de Israel e da Palestina.

Stevie Wonder faz um show gratuito na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em 25 de dezembro. O cantor também se apresenta dois dias antes ao lado de Gilberto Gil em um evento beneficente no Centro Cultural João Nogueira.