Sublime with Rome destaca faixas do novo álbum em show

Sem o baterista Bud Gaugh, banda encabeçada por Rome Ramirez lotou a Via Funchal em São Paulo, executou hits e inseriu muitas canções de Yours Truly no repertório

Por Patrícia Colombo Publicado em 14/05/2011, às 13h13

Sublime with Rome se apresentou em São Paulo nesta sexta, 13

Ver Galeria
(4 imagens)

Sublime with Rome, Sublime sem Bud. É possível dizer que 33,33% (ou 25%, caso você considere como integrante o falecido dálmata Lou Dog) da formação original do Sublime esteve presente no palco da Via Funchal, em show lotado, realizado nesta sexta, 13. Com apenas Eric Wilson (baixo) representando a parcela old school da banda, o Sublime with Rome esgotou seis mil ingressos na sua primeira apresentação da turnê brasileira, a ser realizada neste mês de maio. No repertório, o grupo se valeu dos hits noventistas, mas deu também grande espaço às novas faixas de seu álbum de inéditas, Yours Truly, com lançamento marcado para julho.

A nova versão do grupo californiano, intitulada Sublime with Rome, conta com Bud Gaugh (bateria) e Eric Wilson (baixo), somados ao jovem Rome Ramirez com seu vocal sobrenaturalmente semelhante ao do ex-frontman Bradley Nowell, morto em 1996. Porém, Bud deixou os fãs na mão e não acompanhou a banda na turnê sul-americana. De acordo com o site oficial do grupo, a ausência se deu por motivos "pessoais e envolvendo família" e, em seu lugar, Matt Ochoa, do Dirty Heads, assumiu as baquetas, sem deixar escapar as batidas ska punk características do Sublime. Muitas diferenças, considerado a presença de somente um integrante da formação original? Até que não. Era praticamente, em termos sonoros, a mesma banda, e essa sensação aparenta ter sido generalizada, uma vez que as seis mil pessoas que lotaram a casa de shows vibravam a cada faixa antiga tocada.

A apresentação teve início às 22h30 e do repertório dos três primeiros álbuns do Sublime, lançados entre 1992 e 1996 (40 Oz. to Freedom, de 1992, Robbin' the Hood, de 1994, e Sublime, de 1996), foram executadas faixas como "Don't Push", "Garden Grove" e "Right Back" (estas três emendadas), a acelerada "New Thrash", o hit "Smoke Two Joints", "Get Ready" e "Date Rape". Entre as canções, o grupo optou por inserir cerca de oito inéditas de Yours Truly, a maioria desconhecida pelo grande público (apesar de muitas já integrarem os shows). Com exceção do single "Panic", o vocalista não antecedeu as faixas com o famoso "essa é do nosso novo trabalho". Simplesmente as tocou, na levada da apresentação - talvez uma tentativa de não as diferenciar das demais durante a noite.

Caso quem estivesse lá não conhecesse muito bem o som do Sublime, era possível perceber quando as caixas de som ecoavam clássicos da banda e inéditas apenas notando a reação do público. As novas canções - algumas bastante diferentes da sonoridade característica da banda, como "Spun" - foram bem recebidas, claro, mas o clima era outro quando o Sublime with Rome dava passos em direção ao passado. Ainda sim, a banda se manteve firme divulgando Yours Truly por meio de músicas como "Panic", "Lovers Rock", "You Better Listen", "Punk Jam (Paper Cuts)", "Myage" e "PCH". Os hits "Scarlet Begonias", "What I Got", Badfish" e "Under My Voodoo", por sua vez, foram cantados em coro. No bis, a execução de "Santeria", para fechar a noite, contou com a participação de um fã assumindo a guitarra de Rome, enquanto este descia até o público e brincava com a câmera - cuja imagem era transmitida nos dois telões localizados nas laterais do palco.

Rome, como muito se falou desde o retorno do Sublime à ativa (e como parte do público brasileiro viu em 2010, já que a banda veio ao festival SWU, em Itu), é um garotão de 22 anos que assumiu a grande responsabilidade de ocupar o posto antes pertencente ao carismático Nowell. Ramirez é jovem, mas sabe entreter. Disse, durante a noite, que aquele estava sendo "o melhor show que já fizemos", incentivou a formação da roda de bate-cabeça no meio da pista ("Maior, maior", falou, pedindo para que a roda aumentasse em um dos momentos do show) e manteve-se sorridente o tempo todo.

O Sublime with Rome segue agora com sua turnê pelo Brasil. A banda se apresenta em Curitiba (14/5, festival Lupaluna), Brasília (15/5, Prainha da ASBAC), Porto Alegre (18/5, Pepsi On Stage), Belo Horizonte (19/5, Chevrolet Hall), Fortaleza (20/5, na Barraca Biruta) e Recife (21/5, Clube Português). A excursão verde-amarela se encerra no Rio de Janeiro (22/5, Circo Voador).