Ted Nugent chama eleitores de Obama de “cafetões e prostitutas”

Cantor conservador faz discurso descontente no Twitter após o resultado das eleições presidenciais nos Estados Unidos

ROLLING STONE EUA Publicado em 08/11/2012, às 10h09 - Atualizado às 13h14

Ted Nugent
AP

Ted Nugent é um mal perdedor: o roqueiro conservador usou seu Twitter para fazer um discurso descontente depois que o presidente Barack Obama conseguiu a reeleição na noite de terça, 6. “Cafetões e prostitutas, crianças mimadas e adeptos sem alma tem um presidente para destruir os Estados Unidos”, escreveu Nugent no primeiro de uma tempestade de tuítes.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

“Então Obama continuará exigindo que aqueles que trabalham duro abasteçam aqueles que não trabalham? Dividir oportunidade é uma ova”, seguiu ele, antes de escrever. “Qual sub-humano desprezível acredita que os outros devem pagar pela obesidade, bebidas, celulares, controle de maternidade, abortos e vidas dos outros.”

Chamando os norte-americanos de “idiotas sem alma”, Nugent lamentou o “suicídio econômico e espiritual” da reeleição de Obama. “Eu choro lágrimas de sangue pelo The Last Best Place [apelido do estado Montana] e pelos guerreiros que morreram por esta tragédia”, ele continuou.

O músico ainda criticou a Suprema Corte escrevendo: “Então quatro idiotas da Suprema Corte não acreditam em autodefesa? É maligno.” Tudo remete a quando Nugent foi questionado pelo serviço secreto americano ainda este ano.