The L Word pode virar filme

Ilene Chaiken, idealizadora da série focada no universo gay feminino, trabalha no roteiro

Da redação Publicado em 29/07/2009, às 11h54

Uma das criadoras da série The L Word, Ilene Chaiken escreve, atualmente, um roteiro para dar continuidade à série - agora nos cinemas -, que ganhou fama por explorar o homossexualidade feminina de forma inédita na TV.

O show durou 70 capítulos exibidos entre 2004 a 2009 (no Brasil, foi veiculado pelo Warner Channel). A sexta e última temporada deixou em aberto a morte da personagem Jenny Schecter (interpretada por Mia Kirshner), ocorrida logo no primeiro capítulo. O crime foi trama central nos episódios seguintes, mas nunca chegou a ser solucionado.

Chaiken, uma das convidadas na conferência do site BlogHer, realizada no fim de semana, foi questionada a respeito do assunto. Foi aí que trouxe à tona a produção baseada no seriado, afirmando que a morte seria "tratada no filme".

Inicialmente, a esperança de Chaiken era esclarecer o assassinato em The Farm, série que se seguiria à The L Word. O spin-off se passaria numa prisão feminina, onde a personagem Alice Pieszecki (Leisha Haley), acusada do crime, cumpriria pena. O seriado, no entanto, nunca saiu do papel.