“Thriller”, clipe de Michael Jackson, poderá ganhar versão em 3D

Diretor John Landis entrou em acordo com o espólio do músico e tem grandes planos para o vídeo

Rolling Stone EUA Publicado em 02/10/2014, às 11h39 - Atualizado às 14h45

Michael Jackson e os zumbis do vídeo de "Thriller".

Ver Galeria
(23 imagens)

A versão do videoclipe de “Thriller”, de Michael Jackson, com 14 minutos de duração, será revivido em 3D em 2015, após diretor do vídeo, John Landis, colocar um fim na disputa judicial contra o espólio do músico. Embora ele ainda esteja trabalhando nos detalhes, o cineasta espera lançar o clipe – o mais caro da história, na época, e eleito o melhor de todos os tempos pelos leitores da Rolling Stone EUA - em Blu-ray e até nos cinemas, de acordo com o New York Daily News.

Sete coisas que a cultura pop aprendeu com Michael Jackson

Por volta de seis meses antes da morte de Michael, em 2009, Landis entrou com um processo acusando o cantor de “conduta fraudulenta, maliciosa e opressiva” com relação ao vídeo de “Thriller”, de acordo com o site E! Online. Landis pedia 50% do total dos lucros do vídeo o que, na época, era algo em torno de US$ 1 milhão.

“A ação judicial durou tantos anos, mas nós chegamos a um acordo e eles me pagaram, finalmente”, disse Landis ao jornal. “Então, agora tem algo acontecendo com ‘Thriller’. Ele ressurgirá altamente polido e de uma forma tridimensional a qual será muito excitante assistir na tela grande.

Michael Jackson: veja fotos íntimas do Rei do Pop na adolescência

O diretor de O Clube dos Cafajestes, Os Irmãos Cara de Pau e, principalmente, Um Lobisomem Americano em Londres – que inspirou Jackson a contratá-lo para “Thriller” –, não quis oferecer ao jornal nenhum outro detalhe do projeto. “Não posso falar mais nada”, disse ele. “Se falar, talvez eu precise matar você.”

Uma fonte do Daily News afirma que Jackson esperava exibir uma versão 3D no show This Is It, na residência da apresentação em Londres.

Assista ao clipe de "Thriller", de Michael Jackson: