TIFF 2013: All Is By My Side mostra trajetória de Jimi Hendrix de músico de apoio a astro do rock

Andre 3000, do Outkast, interpreta o guitarrista norte-americano no filme

Paulo Gadioli, de Toronto Publicado em 15/09/2013, às 10h38 - Atualizado às 10h44

All Is by my Side
Divulgação

A lendária apresentação de Jimi Hendrix no festival de Monterey, em 1967, foi a passagem definitiva do músico para o sucesso. Antes disso, porém, ele era Jimi James, músico de apoio que tentava sobreviver tocando em clubes baratos de Nova York. All Is By My Side, cinebiografia dirigida por John Ridley, tem como alvo o período de transição entre James e Hendrix, com o norte-americano trocando de sobrenome e assumindo o centro do palco.

Encarregado com a complicada missão de dar vida a um dos mais míticos personagens da história do rock and roll, Andre Benjamin (ou Andre 3000), conhecido por integrar o grupo Outkast, apresenta uma performance consistente. Por meio de trejeitos conhecidos de Hendrix, como a forma lenta e enigmática de falar e a maneira explosiva no palco, o ator consegue ir além da simples imitação.

Ao seu lado no elenco, Imogen Poots interpreta Linda Keith, namorada de Keith Richards e responsável pela introdução de Jimi ao seu primeiro agente. O longa se inicia com Linda assistindo a uma performance e se apaixonando pelo que vê. Ela, então, tenta encontrar um empresário para aquele jovem guitarrista e encontra na figura de Chas Chandler, então baixista do Animals, alguém disposto a apostar no garoto.

Hendrix vai então a Londres para assinar o contrato e começar a formar sua banda, a Jimi Hendrix Experience. Na Inglaterra, a personalidade e a ideologia de Jimi é colocada a prova várias vezes. Ele permanece um enigma, demonstrando sempre seu interesse pelo espaço e suas ideias de como o amor, não a guerra ou a violência, levariam a algo maior.

Foi em Londres, também, que alguns dos momentos mais marcantes da carreira do musico aconteceram, e vê-los encenados no longa é um deleite para qualquer fã. Especialmente por se tratarem de acontecimentos sem registro em vídeo, como a vez em que Hendrix pediu para fazer uma jam com o Cream, para tocar com seu ídolo Eric Clapton, ou quando, três dias apos o lançamento de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles, abriu seu show com a faixa titulo do álbum, aprendida minutos antes por sua banda. Detalhe: Paul McCartney e George Harrison estavam na plateia.

A dramatização de passagens como essas dá força a All Is By My Side, enquanto alguns acontecimentos mais pessoais do personagem são retratados de forma exagerada, especialmente pela montagem e trilha sonora, tentando enfatizar ao extremo um sentimento que já está claro. A caminhada de Jimi James a Jimi Hendrix, do pequeno Clube Cheetah ao gigante festival Monterey, é repleta de percalços, mas compensadora.

Leia mais sobre a cobertura do Festival de Toronto nos links relacionados abaixo.