U2 fecha 12 anos com Live Nation

Irlandeses dão à companhia direitos sobre suas músicas digitais, merchandising e turnês, mas continuam com a Universal

Da redação Publicado em 31/03/2008, às 15h15 - Atualizado às 18h31

Parece que o U2 não quer parar de tocar. Serão 12 anos de contrato com a Live Nation
AP

O U2 fechou um contrato de 12 anos com o selo Live Nation, o mesmo que abocanhou Madonna de sua antiga gravadora, Warner. Diferentemente da rainha do pop, a banda irlandesa continuará gravando com a Universal, mas dá os direitos administrativos de merchandising, turnês e de vendas digitais à companhia britânica.

Em entrevista à Reuters, o presidente da Live Nation, Michael Cohl, explicou que prefere fechar contratos que lhe dão direito sobre a gravação das músicas dos artistas, mas que esta não é "uma situação de vida ou morte", portanto, pôde negociar com o U2 um acordo com termos diferentes dos tratados com Madonna, que tem que lançar pelo menos 3 discos em seus 10 anos de ligação com sua nova casa.

Bono e sua trupe não divulgaram se o contrato já começa a valer a partir do novo álbum se seu grupo, que está em fase de produção, e ainda sem nome definido. O U2 também não divulgou os termos de seu contrato com a Live Nation.

A Live Nation se destacou no final de 2007 por ter conquistado Madonna para suas fileiras. A gravadora está abocanhando cada vez mais artistas por seus contratos 360º, em que divide lucros de merchandising e outras formas de promoção com seus contratados. Além disso, a gravadora cuida das ações de marketing dos artistas.