Veja como poderá ser usado o Vale-Cultura

Entre outras coisas, o programa servirá para a compra de ingressos de teatro, shows, exposições, cinema e de livros, discos, artesanato, além de pagamento de mensalidades de cursos culturais ou artísticos

Redação Publicado em 06/09/2013, às 14h51 - Atualizado às 14h56

Marta Suplicy, Senadora (PT/SP): “Apesar do ritmo vagaroso e das expectativas ainda frustradas, estamos construindo uma palavra feminina e influenciando o jeito masculino de funcionar”
divulgação

Foi publicada nesta sexta, 6, pelo Ministério da Cultura, uma portaria que oficializa as regras de funcionamento do programa Vale-Cultura, que dará R$ 50 a trabalhadores para a obtenção de bens culturais, funcionando como o vale-transporte, por exemplo.

Ficou definido que o benefício, que estará disponível prioritariamente para trabalhadores que recebem até cinco salários mínimos, servirá também para a compra de ingressos para peças de teatro, shows, exposições, cinema e festa populares, compra de livros, discos, objetos de arte ou artesanato, aluguel de material como instrumentos musicais e pagamento de mensalidades de cursos culturais ou artísticos. Veja a lista completa abaixo.

As empresas que querem oferecer o benefício aos seus funcionários poderão, a partir do dia 7 de outubro, se credenciar para tanto. Segundo a ministra Marta Suplicy (foto), o benefício deverá estar disponível para a população ainda este ano.

Ingressos

Entradas para cinema, circo, dança, teatro e música, exposições de arte e festas populares.

Compra ou aluguel

Válido para disco (áudio ou musica), DVD (documentário, filmes, musicais), escultura, equipamentos de artes visuais e musicais, partituras, quadros, gravuras e fotografias, peças de artesanato, jornais, livros e revistas.

Mensalidades

Serve para cursos de artes, audiovisual, circo, dança, fotografia, música, teatro e literatura.