Paul McCartney, ex-integrantes do Nirvana, Rolling Stones e Bruce Springsteen fazem show histórico em Nova York

12-12-12 reúne um grande time de músicos em quase seis horas de apresentação para angariar fundos para as vítimas da tempestade Sandy; veja as fotos aqui

Redação Publicado em 13/12/2012, às 09h17 - Atualizado às 11h56

Paul McCartney e Dave Grohl

Ver Galeria
(21 imagens)

Pouco mais de um mês e meio depois da destruidora passagem da tempestade Sandy por Nova York e Nova Jersey, deixando um doloroso rastro de 125 mortes e destruição de 305 mil habitações, o famoso Madison Square Garden presenciou um grito de resposta, na madrugada desta quarta, 12, para quinta, no show que passou a ser chamado 12-12-12.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Com a presença de gigantes da música como Paul McCartney ao lado dos remanescentes do Nirvana, Rolling Stones, Roger Waters, Bruce Springsteen, Bon Jovi, Eddie Vedder, Kanye West, entre tantos outros, a apresentação foi transmitida pelo mundo todo (por emissoras de TV e em streaming, na internet), alcançado um número estimado de 2 bilhões de pessoas, segundo a Time.

E, dentre as atrações musicais peso-pesado, curiosa e sincera foi a performance do comediante Adam Sandler, que fez uma versão de “Hallelujah”, de Leonard Cohen. “Sandy, screw ya!” (“Sandy, vai se ferrar”), cantou ele. Um grito que representou bem aquelas quase seis horas de música em prol das vitimas da tempestade – a todo momento eram exibidos os números telefônicos para doações, inclusive no Brasil, cujo show foi transmitido por MTV e Multishow.

Um dos momentos mais marcantes da noite foi a união de Macca com Dave Grohl (bateria), Krist Novoselic (baixo) e Pat Smear (guitarra). O Beatle e os remanescentes do Nirvana exibiram a inédita “Cut Me Some Slack”. Ele ainda fez uma improvável parceria com Diana Krall, esta só no piano, em “My Valentine”. Sir McCartney ainda exibiu “Blackbird” e “Helter Skelter”, dos Beatles, e “Live And Let Die”, dos tempos de Wings.

O show foi marcado por parcerias interessantes, como Bruce Springsteen ao lado de Bon Jovi, que além dos momentos solo, uniram-se para executar “Who Said You Can’t Go Home”, do cancioneiro da banda. Vedder e Waters, líder do Pearl Jam e ex-Pink Floyd, cantaram “Comfortably Numb”. “Losing My Religion” foi lindamente tocada por Chris Martin (Coldplay) e Michael Stipe (ex-R.E.M.).

Ainda passaram no palco Rolling Stones, que comemoram 50 anos de carreira, mostrando “You Got Me Rocking” e “Jumpin’ Jack Flash”; The Who, liderado por Roger Daltrey e Pete Townshend tocaram “Baba O’Riley”; um estranhamente vestido Kanye West versou “Gold Digger” e “The Good Life”; enquanto a bela Alicia Keys cantou a inspirada “Empire State of Mind”: “New York / Concrete jungle where dreams are made of / There's nothing you can't do / Now you're in New York / These streets will make you feel brand new / the lights will inspire you / Let's hear it for New York”.

Assista “Cut Me Some Slack” , parceria entre Paul McCartney e os ex-integrantes do Nirvana, Dave Grohl (bateria), Krist Novoselic (baixo) e Pat Smear (guitarra) clicando aqui.