Visita aos geeks

Em SP, feira revela mesa de som que só a Björk tem, além de games de última geração - e gente acampada

Por Artur Tavares Publicado em 15/02/2008, às 19h38 - Atualizado em 16/02/2008, às 15h14

Está acontecendo no Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, a primeira edição brasileira da Campus Party, feira de novidades da tecnologia. Desde 1997, o evento acontece na Espanha e mostra novas tendências em robótica, games, software livre, música e navegação pela web.

VEJA AQUI EM VÍDEO

Os destaques da edição nacional são a internet super-rápida instalada no local (5,5 gb), os fóruns e palestras que antecipam produtos de ponta e estandes lúdicos, com games interativos como o Kick Ass Kung Fu e a Digital Interactive Table.

Na área musical, a grande sensação é a Reactable, um sintetizador que funciona com cubos e outras formas geométricas posicionadas em uma mesa. A disposição de cada um desses objetos, bem como suas formas, produzem sonoridades diferentes.

A área de mobile também tem curiosos produtos, como a Aphrodite Project: uma sandália para prostitutas, que tem em seu mecanismo um alarme e um GPS para momentos de emergência. Além disso, tem uma tela de LCD, que permite que as garotas de programa exibam seus "dotes" ao cliente.

Outro aparato incomum é o OVU, que monitora a temperatura corpórea feminina e passa dados em relação ao período fértil direto para o celular.

Acampados

Há cerca de 3 mil pessoas acampadas no pavilhão de Bienal, para ficar por dentro de toda a programação da feira, que inclui festas e atividades na madrugada.

Note-se que a organização não permite o uso de bebidas alcoólicas, cigarros e outras drogas.

A Campus Party fica aberta ao público até domingo, 17, às 14h. O acesso dos visitantes fica restrito aos estandes na parte inferior do Pavilhão da Bienal. A entrada é franca.