Viúva de Chris Cornell fala pela primeira vez sobre morte e vícios do músico

“Meu marido era o oposto de um rockstar viciado”, diz Vicky Cornell

Redação Publicado em 21/02/2018, às 13h11 - Atualizado às 18h52

Chris e Vicky Cornell
Chris Pizzello/Invision/AP

Quase um ano após a morte de Chris Cornell, famoso por sua voz que marcou a sonoridade das bandas Audioslave, Temple of the Dog e Soundgarden, Vicky Cornell, viúva do cantor e compositor, falou pela primeira vez na televisão sobre os vícios e a morte do marido.

Em entrevista à apresentadora Robin Roberts, do canal ABC News, Vicky contou que o companheiro “era o oposto de um rockstar viciado”, e que era “o melhor marido, o melhor pai. Eu perdi minha alma gêmea e o amor da minha vida.”

Sobre o suicídio de Cornell, ela diz que, apesar de tentar não se culpar, não pode negar que “havia sinais”, e que vícios devem ser considerados e tratados como uma doença. “Pensam que vícios são uma escolha. Não são.”

O corpo do músico foi encontrado no banheiro do quarto em que estava hospedado, por um segurança, no dia 18 de maio de 2017, após um show com a banda Soundgarden, em Detroit, nos Estados Unidos.

Veja um trecho da entrevista de Vicky Cornell abaixo.