Vocalista anuncia saída e Crystal Castles chega ao fim

Duo eletrônico de Toronto lançou três discos desde 2008

Rolling Stone EUA Publicado em 08/10/2014, às 15h13 - Atualizado às 16h18

A ex-vocalista do Crystal Castles, Alice Glass

Ver Galeria
(5 imagens)

A cantora Alice Glass está colocando um ponto final no duo eletrônico de Toronto Crystal Castles, uma parceria entre ela e o produtor e instrumentista Ethan Kath. Alice revelou a notícia na página dela no Facebook, acrescentando que a saída define “o fim da banda”.

Lembre como foi a apresentação do Crystal Castles no Lollapalooza Brasil 2013.

“Estou saindo do Crystal Castles”, ela escreveu. “Minha arte e minha forma de expressão, de todas as maneiras, sempre tiveram compromisso com a sinceridade, honestidade e empatia com o outro. Por diversas razões – profissionais e pessoais – não acredito que isso ainda seja possível com o CC. Ainda que este seja o fim da banda, espero que os fãs me apoiem como artista solo da mesma forma que fizeram com o Crystal Castles.”

Publicação by Alice Glass.

O duo começou como um projeto solo de Kath em 2003, mas o produtor recrutou Alice – então com 15 anos de idade e cantora do grupo punk feminino Fetus Fatale –, para adicionar os vocais. Alice cantou cinco músicas em uma simples passagem de som e um engenheiro gravou os vocais secretamente. Kath subiu o material na internet sob o nome de Crystal Castles, uma referência ao desenho animado He-Man e os Mestres do Universo.

Depois de divulgar várias demos, a banda lançou, em 2008, o primeiro e homônimo disco de estúdio, chamando atenção da crítica com uma mistura única de batidas excêntricas, sintetizadores pop e ruídos eletrônicos brutais. Em 2010, o grupo lançou um segundo álbum, com produção de veteranos como Paul Epworth e Jacknife Lee. Uma cover memorável do clássico da new wave “Not in Love” (de Platinum Blonde, 1983) – com Robert Smith (The Cure) nos vocais – foi lançada como single. O último disco do grupo, produzido por Kath, saiu em 2012.

As 15 coisas que fizeram com que Skrillex mudasse o mundo da música.

O duo também ganhou notoriedade pelas caóticas apresentações ao vivo, que ocasionalmente acabavam em pulos na plateia e destruição de instrumentos. Durante a carreira, a dupla abriu para bandas maiores, como o Blur, Depeche Mode e Nine Inch Nails. O Crystal Castles se manteve relativamente quieto após o lançamento do último disco, em novembro de 2012, e da turnê correspondente. A maioria da divulgação que eles fizeram do álbum foi por e-mail, com o duo sendo bem seletivo em entrevista.