Vocalista do Slipknot planeja fazer disco de jazz 'obscuro' com versões da banda e do Stone Sour

Em entrevista, Corey Taylor aproveitou para dizer também que nunca se aventuraria no country

Redação Publicado em 09/01/2019, às 14h02

None
Corey Taylor (Foto:Amy Harris/Invision/AP)

Em entrevista à RadioVegas.Rocks, Corey Taylor,  vocalista do Slipknot e do Stone Sour, revelou que considera gravar um disco de "jazz obscuro" com composições novas e novas versões das músicas já gravadas por suas bandas.

Ele contou que, fora do metal e do hard rock, se interessa pelo gênero mencionado e que tem pensado em concretizar esse projeto, reunindo “um quarteto ou quinteto e fazer um disco de jazz obscuro, e gravar ao vivo em uma sala. Não seria para vender, seria mais para a minha coleção pessoal. Eu amo jazz, e muita gente não percebe isso”.

Taylor contou que inclusive já tem versões de algumas de suas composições nessa pegada. “Algo como ‘Prosthetics’ [do Slipknot] seria muito legal. Eu tenho uma versão meio jazz de ‘Bother’ [do Stone Sour], que também ficaria legal”.

Quando questionado sobre se aventurar no country, o cantor afirmou que "apesar de ser de Iowa, nem fodendo!”