Warner quer retirar clipes do YouTube

Primeira major a negociar com o site de vídeos, gravadora quer mais receita por acesso a conteúdo de seus artistas contratados

Da redação Publicado em 22/12/2008, às 12h16 - Atualizado em 20/02/2013, às 16h15

No último sábado, 20, o Warner Music Group solicitou ao site de vídeos YouTube que remova de seu conteúdo todos os videoclipes dos artistas contratados pela gravadora. A informação é de agências internacionais de notícias.

Entre os grandes contratados da Warner estão as bandas Red Hot Chilli Peppers e My Chemical Romance e o cantor James Blunt, por exemplo.

A exigência da Warner acontece após o fracasso de negociações contratuais entre os dois gigantes, que começaram em 2006. Reportagem da Reuters informa que a gravadora quer ganhar mais por oferecer conteúdo de seus artistas ao enorme volume de visitantes do YouTube. "Não podemos aceitar valores que não compensam de forma justa os artistas, compositores, selos e publishers", declarou a gravadora em comunicado. Segundo a agência, representantes do YouTube não retornaram pedidos de entrevista.

Dados de visitações do YouTube dão conta de que, só nos EUA, em outubro, o site recebeu 100 milhões de visitas.