Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Vitrine / Games

Clint Eastwood como John Marston? Conheça 5 curiosidades da franquia Red Dead Redemption

Saiba de algumas curiosidades que cercam ambos os jogos de Red Dead Redemption, uma das maiores obras de faroeste de todos os tempos

Lucas Peçanha Publicado em 15/03/2024, às 15h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Saiba de alguns fatos interessantes sobre uma das maiores histórias de faroeste de todos os tempos - Créditos: Reprodução/Amazon
Saiba de alguns fatos interessantes sobre uma das maiores histórias de faroeste de todos os tempos - Créditos: Reprodução/Amazon

“Você não pode ser um homem ruim e esperar que coisas boas aconteçam com você.” A frase, dita por Arthur Morgan em Red Dead Redemption 2, é um bom resumo sobre o desfecho de ambos os protagonistas tanto do primeiro jogo, quanto do segundo. Com seus enredos envolventes, personagens inesquecíveis e ambientações meticulosamente detalhadas, os jogos da franquia se tornaram clássicos absolutos na história dos games. 

Por trás dos tiroteios épicos e dos pores do sol de tirar o fôlego, existem diversas curiosidades bastante interessantes que muitos não conhecem sobre a famosa série de jogos da Rockstar Games.

Portanto, caubói, é hora de tirar a poeira do chapéu e se preparar para conhecer cinco curiosidades sobre a franquia Red Dead Redemption! Recarregue as pistolas e confira as curiosidades logo abaixo.

1. Red Dead Redemption 2 demorou oito anos para ficar pronto

A Rockstar Games, desenvolvedora dos jogos da franquia, começou a receber pedidos internos para fazer uma sequência ainda no período de desenvolvimento do primeiro jogo. O estúdio se interessou pela ideia de uma narrativa sobre gangues, achando “bastante atraente”. Dan Houser, o ex vice-presidente da Rockstar Games, falou com a Rockstar San Diego - parte do estúdio que trabalhou no primeiro jogo - sobre os personagens e estilo do jogo no início de 2011. A empresa uniu todos os seus estúdios para trabalhar no jogo, tamanha a complexidade que estava sendo colocada nele, resultando em um total de 2.000 pessoas. A equipe desenvolveu os primeiros esboços do jogo até a metade de 2011, e acabou desenvolvendo a maior parte dos scripts até o final de 2012. 

Créditos: Reprodução/Amazon
Créditos: Reprodução/Amazon

2. Clint Eastwood quase interpretou John Marton 

Tendo produzido o produto de entretenimento mais rentável da história, que foi o GTA V, a Rockstar possui um grande aporte financeiro para colocar em seus jogos, e não foi atoa que seus trabalhos estão entre os maiores da história. Sabendo de sua importância, o estúdio tentou contratar ninguém mais, ninguém menos, do que a maior lenda de filmes de faroeste de todos os tempos: Clint Eastwood (Os Imperdoáveis), para o papel de John Marston no primeiro jogo. Porém, as negociações não foram para frente e quem acabou dando vida para o protagonista foi o talentoso Rob Wiethoff. O papel também foi oferecido para Robert Redford (Todos os Homens do Presidente) e Robert Duvall (O Juíz).

Créditos: Reprodução/Amazon
Créditos: Reprodução/Amazon

3. Os Pinkertons existem no mundo real

Odiados pelos fãs da franquia, os detetives da Agência Pinkerton estão entre a gama de antagonistas de ambos os jogos. O que muitos não sabem é que essa agência realmente existe na vida real, e seus representantes não ficaram nada felizes pela maneira como foram retratados nos jogos. A Agência Nacional de Detetives Pinkerton processou a Rockstar por direitos de uso de imagem, além do fato de terem se incomodado por serem antagonistas na história. No final, a agência acabou retirando os processos das costas da Rockstar. Vitória para a gangue!

4. Rockstar subestimou o primeiro Red Dead Redemption

Antes de Red Dead Redemption, os últimos lançamentos do estúdio foram os famosos GTA IV e Bully, que fizeram enorme sucesso. Devido às práticas da empresa para com seus desenvolvedores, diversos problemas técnicos e um período de desenvolvimento longo para a época, as perspectivas da Rockstar para Red Dead Redemption não eram nada boas. O jogo teve um orçamento estimado entre US$ 80 e US$ 100 milhões de dólares,e acabou superando as expectativas, totalizando mais de 15 milhões de cópias vendidas até os dias de hoje.

Créditos: Reprodução/Amazon
Créditos: Reprodução/Amazon

5. Homenagem à John O’Creagh

Durante o desenvolvimento de Red Dead Redemption 2, o ator John O’Creagh, ator escalado para interpretar o hilário Tio, acabou falecendo. O papel acabou indo parar nas mãos de John McBride, que fez um excelente trabalho com o personagem. O’Creagh não foi esquecido pela equipe de produção, recebendo uma homenagem dentro do jogo. Quando escutamos o Tio cantando junto com a gangue durante determinados momentos no acampamento, é a voz de O’Creagh que se faz presente no velho preguiçoso tão querido pelos jogadores. Além disso, uma lagoa no jogo foi batizada com o seu nome, a Lagoa O’Creagh. 

Créditos: Reprodução/Amazon
Créditos: Reprodução/Amazon

Agora, que tal aproveitar para jogar ambos os jogos da franquia? Afinal, a história do segundo jogo é uma prequela da do primeiro da série. Um dos mais vendidos da Amazon, o jogo está por um ótimo preço por lá. Garanta o seu para PS4 ou Xbox One logo abaixo.

Red Dead Redemption 2 - PlayStation 4 - https://amzn.to/3OO98Y9 

Red Dead Redemption 2 - Xbox One - https://amzn.to/3OTfINe 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Rolling Stone pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/3d5KDAX  

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2UbsHfD 

Baixe agora o aplicativo da Amazon: https://amzn.to/3RfCEot