Morre David Cassidy, astro de A Família Dó-Ré-Mi

Músico e ator tinha 67 anos; ele havia sido hospitalizado recentemente com problemas no fígado e insuficiência renal
  • Imprimir
por Rolling Stone EUA
22 de Nov. de 2017 às 12:39

David Cassidy, o músico, ator e ídolo de A Família Dó-Ré-Mi, morreu na última terça, 21, de acordo com o The Hollywood Reporter. Ele tinha 67 anos e havia sido recentemente internado em um hospital na Flórida, Estados Unidos, em estado crítico, com problemas no fígado e insuficiência renal.

Jo-Ann Geffen, representante de Cassidy, confirmou a morte dele. “David morreu cercado de pessoas que o amavam, com felicidade em seu coração e livre da dor que o atormentava há tanto tempo. Agradecemos pelo enorme apoio de vocês ao longo de todos esses anos.”

David Cassidy revela que foi diagnosticado com demência

Carreira

Filho de atores da Broadway, Cassidy começou a carreira aos 19 anos, como Keith Partridge, de A Família Dó-Ré-Mi (1970). “Minha carreira tomou um caminho muito diferente do que eu imaginava. Eu queria ser ator, mas vi os Beatles no Ed Sullivan, e depois disso, quis tocar violão”, disse em uma entrevista ao Phoenix New Times em 2012.

Ao longo de quatro temporadas e 96 episódios, A Família Dó-Ré-Mi se tornou um sucesso da TV e da música, com a canção “I Think I Love You” atingindo o topo das paradas norte-americanas. Graças à estrondosa popularidade do programa, Cassidy ascendeu rapidamente ao status de ídolo teen — de acordo com o site do ator, no auge da fama dele, o Fã Clube de Cassidy tinha mais membros do que o dos Beatles e o de Elvis Presley juntos.

Em 1972, ele lançou o disco de estreia Cherish. Em 1974, A Família Dó-Ré-Mi foi cancelada e Cassidy teve dificuldades para recuperar o sucesso do começo dos anos 1970. Em 1978, voltou à TV para a série investigativa Man Undercover, que teve apenas dez episódios.

Na música, ele colaborou com grandes nomes, como os Beach Boys — Carl Wilson e Bruce Johnston aparecem em Home Is Where the Heart Is, disco dele de 1976, enquanto Brian Wilson coescreveu “Cruise to Harlem” com Cassidy —, além de ter se tornado amigo de John Lennon. Em 1985, George Michael também colaborou com o músico, no single “The Last Kiss”.


Recomendadas