Acusado de assédio por ator de Star Trek, Kevin Spacey se desculpa e se assume gay

Anthony Rapp acusou astro de House of Cards de ter tentado seduzi-lo quando Rapp tinha 14 anos; no Twitter, artista falou sobre o ocorrido e também sobre orientação sexual
  • Imprimir
por Redação
30 de Out. de 2017 às 12:14

No último domingo, 29, o BuzzFeed News publicou uma entrevista em que o ator Anthony Rapp (Star Trek: Discovery) acusa Kevin Spacey de ter tentado seduzi-lo quando Rapp tinha apenas 14 anos. Poucas horas após a divulgação da notícia, o astro de House of Cards postou uma resposta no Twitter, dizendo que não se lembra da situação, mas que gostaria de pedir desculpas pelo ocorrido.

Rapp alega que, em 1986, Spacey o convidou para uma festa na casa dele e, no final da noite, o carregou para a cama e tentou induzi-lo a fazer sexo. “Meu estômago fica revirado”, disse sobre a experiência. “Eu ainda não compreendo muitas coisas sobre aquele dia. É uma completa confusão para mim.”

Assédio em Hollywood: atriz de Grace & Frankie diz que vítimas de Harvey Weinstein só foram ouvidas por serem “brancas e famosas”

Na rede social, Spacey afirmou que o tempo apagou possíveis memórias da ocasião. “Eu honestamente não me lembro deste encontro, afinal já faz mais de 30 anos”, enfatizou. “Mas se me comportei como ele descreveu, devo minhas sinceras desculpas por um comportamento de bêbado profundamente inapropriado. Peço desculpa também pelos sentimentos que ele carregou por todos esses anos.”

No comunicado, Spacey não só tratou sobre o ocorrido, mas também se assumiu homossexual. “Essa história me encorajou a falar sobre outras coisas da minha vida”, disse. “Eu já amei e já tive encontros românticos com homens, e agora escolhi viver como um homem gay.” “Eu quero lidar com isso de uma forma honesta e aberta, e isso começa comigo analisando meu próprio comportamento”, concluiu.

Leia abaixo o comunicado na íntegra (em inglês).


Recomendadas