Após polêmica com fãs, Arcade Fire diz que pedido por “trajes formais” não é obrigatório

“Por favor, relaxem”, escreveu a banda em comunicado no Facebook após apresentação do grupo em Londres

Redação Publicado em 21/11/2013, às 15h52 - Atualizado às 15h58

Arcade Fire
Divulgação

O Arcade Fire fez uma brincadeira com os fãs e instituiu um “dress code” em seus shows, pouco antes da banda estrear com a turnê do disco Reflektor na Inglaterra. A piada, contudo, não foi bem entendida e muita gente torceu o nariz para a banda.

James Murphy conta como foi produzir o disco Reflektor, do Arcade Fire.

Os canadenses, diante da repercussão negativa, decidiram explicar que o pedido para que todos fossem vestidos com trajes formais servia apenas para criar uma sintonia entre a banda e o público.

“Para todos aqueles que ficaram muito bravos conosco por pedirmos que as pessoas vão muito bem arrumadas para os nossos shows, por favor, relaxem. Não é nada obrigatório”, diz o texto, assinado em nome do Arcade Fire. “Isso só torna tudo num divertido carnaval quando estamos todos juntos. Até agora, estes shows têm sido os melhores que já fizemos”.

Veja a lista completa de atrações do Lollapalooza 2014.

A turnê começará em Louisville, no dia 6 de março, e passará inclusive pelo Brasil. Difícil, contudo, é acreditar que alguém vai tirar o terno do guarda-roupa para ir até Interlagos no Lollapalooza, festival no qual o Arcade Fire foi escalado para o show de encerramento, em 6 de abril.