Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Batgirl: Diretores querem que filme seja lançado um dia: 'Muito trabalho'

Bilall Fallah e Adil El Arbi querem que Batgirl seja lançado, mas ressaltaram que filme não estava 100% completo

Redação Publicado em 24/08/2022, às 09h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Bilall Fallah, Adil El Arbi e Leslie Grace nos bastidores de Batgirl (Foto: Reprodução/Twitter)
Bilall Fallah, Adil El Arbi e Leslie Grace nos bastidores de Batgirl (Foto: Reprodução/Twitter)

Alguns dias após o cancelamento surpresa de Batgirl, filme do Universo Estendido DC (DCEU) que seria lançado diretamente na HBO Max, os diretores, Bilall Fallah e Adil El Arbi, revelaram como querem que o longa seja lançado um dia.

Os cineastas comentaram a experiência da produção ser cancelada quando estava quase pronta durante entrevista ao canal francês Skript. Embora sejam realistas sobre as expectativas, porque o filme ainda não está totalmente finalizado, eles esperam que a Warner Bros. Discovery permita eles compartilharem o trabalho com o público e fãs.

+++LEIA MAIS: Batgirl: Compositora tinha terminado 1h30 da trilha sonora antes do cancelamento

"[Batgirl] não pode ser lançado no estado atual," afirmou Adil El Arbi. "Antes de ser lançado um dia, ainda haveria muito trabalho a fazer. Assim como o Snyder Cut. Não há efeitos especiais, ainda tivemos que filmar algumas cenas. Então, se [Warner Bros. Discovery] quisesse que lançássemos o filme, eles precisariam nos dar os meios para fazê-lo, para terminá-lo adequadamente com nossa visão."

Ver todo o apoio no Twitter, e até mesmo dos grandes diretores Edgar Wright e James Gunn, que nos enviaram mensagens de apoio, foi reconfortante," complementou Bilall Fallah.

"Afinal, fazemos filmes para o público, não para nós. Nós apenas esperamos que um dia o filme seja lançado, para o elenco e equipe. Somos uma pequena família," finalizou El Arbi sobre o assunto.

+++LEIA MAIS: Cancelamento de Batgirl foi um ato de 'covardia,' diz ator

Batgirl: Diretores foram impedidos de rever filmagens após cancelamento da Warner Bros. Discovery

O anúncio do cancelamento de Batgirl, filme que seria lançado diretamente na HBO Max, chocou diversos fãs do Universo Estendido DC (DCEU), assim como Adil El Arbi e Bilall Fallah, diretores do projeto. Os cineastas revelaram à Variety que o estúdio bloqueou seu acesso às filmagens depois de cancelar o filme.

David Zaslav, CEO da Warner Bros. Discovery, deseja priorizar o lançamento dos filmes nos cinemas e fazer uma 'reinicialização' do universo da DC para, em até 10 anos, poder concorrer com a Marvel nos cinemas.

+++ LEIA MAIS: The Rock fala sobre próximos filmes da DC após Adão Negro: 'Universo maior'

Adil me ligou e me disse: 'Vá em frente. Atire em tudo no seu celular'. Eu fui no servidor… Tudo se foi. Nós pensamos: 'Puta merda!' Todas as cenas de Batgirl.

No início da entrevista, os co-diretores explicaram a lógica da Warner Bros. Discovery para arquivar seu filme, alegando que as medidas agressivas tomadas recentemente (como o cancelamento de Batgirl e a retirada de alguns títulos de filmes e séries da HBO Max) foram para "corrigir as decisões da gestão anterior em relação ao streaming".

Fallah acrescentou: “Primeiro, quando ouvi a notícia, fiquei chocado. Eu não sabia como reagir. Eu queria quebrar coisas, chorar. … Mas vendo todo esse apoio no Twitter … até grandes diretores, de Edgar Wright a James Gunn, nos enviaram mensagens de apoio.”

+++ LEIA MAIS: Sylvester Stallone em Batgirl? Ator quase interpretou vilão no filme da DC, diz jornalista

El Arbi e Fallah esperam que o filme acabe sendo exibido nos cinemas eventualmente, semelhante ao Liga da Justiça (2021) de Zack Snyder, lançado quatro anos após o corte original. No entanto, os co-diretores admitiram que o filme ainda exigiria “muito trabalho” para ser lançado.

“Não pode ser lançado em seu estado atual”, disse El Arbi. “Não há efeitos visuais… ainda tínhamos algumas cenas para filmar. Então, se um dia eles quiserem que lancemos o filme de Leslie [Grace] eles terão que nos dar os meios para fazê-lo. Para terminá-lo corretamente com a nossa visão.”

+++ LEIA MAIS: Ruby Rose revela por que deixou Batwoman - e motivo é inimaginável