Marvel: Simu Liu critica uso de mandarim em Cavaleiro da Lua: 'Não é fácil'

Em Cavaleiro da Lua, Arthur Harrow (Ethan Hawke) fala mandarim, mas Simu Liu foi um dos críticos da cena

Redação Publicado em 16/05/2022, às 15h53

None
Simu Liu como Shang-Chi (Foto: Divulgação / Marvel)

Simu Liu, estrela de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis (2022), elaborou críticas feitas às cenas em mandarim de Cavaleiro da Lua, série do Disney+ no Universo Cinematográfico Marvel (MCU) estrelada por Oscar Isaac, que acabou com resultado positivo de público e crítica.

Embora o Cavaleiro da Lua tenha se mostrado um destaque da Fase 4MCU, a produção não ficou totalmente livre de críticas. Após "Summon the Suit," segundo episódio da minissérie, Liu foi ao Twitter criticar a tentativa do vilão Arthur Harrow, interpretado por Ethan Hawke, de falar mandarim.

+++LEIA MAIS: Shang-Chi: Seguranças impediram Simu Liu de roubar peça do figurino; entenda

Segundo Screen Rant, mesmo se o vilão for supostamente fluente no idioma, o ator de Shang-Chi deixou claro como o mandarim do personagem precisava de algum trabalho extra, e escreveu nas redes sociais: "Harrow precisa demitir o professor de mandarim." Mesmo assim, o astro se mostrou fã de Cavaleiro da Lua, e chamou o seriado de "incrível."

Em entrevista à GQ, Simu Liu esclareceu a declaração. "Talvez haja um equívoco da Marvel ser esse organismo único monolítico e todo-poderoso com recursos infinitos. É fácil atribuir a culpa [ao estúdio] como um todo," afirmou. "Se você realmente detalhar, havia um tradutor que provavelmente não deveria ter sido um tradutor."

+++LEIA MAIS: Cavaleiro da Lua teria diversos outros personagens da Marvel do MCU; entenda

"Tenho total apreço pelo fato de que o mandarim não é uma língua fácil. Não queria transformar isso em uma grande situação política. Eu apenas queria tirar sarro disso porque o som que saiu da boca daquele homem não se parecia com o mandarim de jeito algum, forma ou formato," explicou Liu.


Simu Liu se nega a autografar algumas HQs antigas em eventos

Simu Liu, protagonista de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis (2021), explicou porque se recusa a autografar determinadas edições de HQ do personagem.  Algumas carregam conteúdo racista e xenofóbico.

+++ LEIA MAIS: Shang-Chi: Awkwafina se defende após acusações de apropriação cultural; entenda

A primeira aparição do personagem aconteceu em 1973. O principal antagonista de Shang-Chi na série Master of Kung Fu foi o Dr. Fu Manchu, criado por Sax Rohmer. O vilão era sustentado pela ideia xenofóbica do "perigo amarelo," medo irracional da cultura do leste asiático. 

Na Ace Experience, convenção em Washington (EUA), Liu não assinará quadrinhos desta série, segundo o Screen Rant. Embora populares na época de lançamento, quadrinhos são duramente criticados atualmente.

+++ LEIA MAIS: Shang-Chi 2: Tudo que sabemos sobre sequência da Marvel

A Marvel perdeu os direitos de Manchu, e alterou o nome para Zheng Zu. Os traços racistas foram mantidos por anos. Para o MCU, principal rival de Shang-Chi foi substituido por Mandarin, conhecido como Wenwu nos filmes.