Massacre da Serra Elétrica: Afinal, filme é baseado em caso real?

Clássico filme de terror dos anos 1970, Massacre da Serra Elétrica acompanha dois irmãos ao serem atacados por uma família de canibais no Texas

Redação Publicado em 31/01/2022, às 18h42

None
O Massacre da Serra Elétrica (Foto: Reprodução)

O Massacre da Serra Elétrica(1974) inicia-se com uma narração apresentando o clássico filme de terror como uma obra baseada em fatos reais. Apesar disso, os eventos do longa não são ocorreram de verdade, embora os cineastas inspiraram-se em elementos e figuras reais para tornar a experiência mais perturbadora.

A inspiração original dos cineastas Tobe Hooper e Kim Henkel foi a fábula de João e Maria. Mas, ao invés de acompanhar duas crianças gulosas capturadas por uma bruxa, o objetivo dos diretores era apresentar um grupo de alunas rebeldes que encontravam trolls. A ideia foi abandonada e substituída pelo personagem Leatherface e pela família canibal Sawyer.

+++LEIA MAIS: O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno de Leatherface: elenco, pôster e tudo que sabemos sobre filme [LISTA]

A máscara feita de pele das vítimas, e a casa de Sawyer cheia de troféus com restos humanos são uma referência aos crimes de um dos assassinos mais infames da história americana, Ed Gein. O psicopata tinha o histórico de desenterrar cadáveres para criar objetos com partes humanas, além de tentar fazer um traje com pedaços de mulheres.

Embora a relação entre os crimes hediondos de Gein com a narrativa do filme, Hooper admitiu conhecer um médico que, quando na universidade, utilizou a pele de um dos cadáveres estudados para criar uma máscara para o Halloween. O relatou inspirou o diretor para criar o disfarce de Leatherface.

+++LEIA MAIS: It: A Coisa, Iluminado e outros clássicos do terror ganham coleção de tênis; confira

Segundo Henkel, outra influência foi Elmer Wayne Henley Jr., quem participou de uma série de crimes conhecidos como Houston Mass Murders no início dos anos 1970. Henley foi um dos cúmplices de Dean Corll nos assassinatos em massa de pelo menos 28 adolescentes. As vítimas também foram estupradas e torturadas.

Mas, ao invés de se inspirar nos crimes do assassino, foi a reação de Henley ao ser preso que impressionou o escritor. Kim compartilhou à Texas Monthly em 2014: "Vi uma reportagem a qual Elmer Wayne estava identificando corpos e as localizações deles."

+++LEIA MAIS: Os 7 melhores filmes de terror de 2021: Maligno, Um Lugar Silencioso - Parte II e mais [LISTA]

"Ele era um magricela de dezessete anos, e meio que estufou o peito e disse: 'cometi esses crimes, e vou me levantar e confessá-lo como um homem.’ [...] Essa espécie de esquizofrenia moral é algo que tentei construir nos personagens," concluiu o cineasta.