Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Por que fãs não vão se cansar de filmes de herói, segundo Kevin Feige

CEO da Marvel Studios explicou seu argumento de que não haverá fadiga por parte do público com relação aos filmes da empresa

Vingadores: Ultimato (Foto: Divulgação / Marvel)
Vingadores: Ultimato (Foto: Divulgação / Marvel)

Fãs de filmes de super-heróis não irão se cansar do formato. Quem garante isso é Kevin Feige, CEO da Marvel Studios e um dos grandes responsáveis pelo auge de tais produções.

Em entrevista ao The Movie Business Podcast, transcrita pela Variety, o executivo cinematográfico revelou que não faltam histórias no acervo da Marvel, editora de histórias em quadrinhos com oito décadas de trajetória. Dentro desse vasto material, segundo ele, existe a possibilidade de realizar adaptações para diferentes gêneros, não apenas obras de ação.

Outro argumento usado por Feige é que desde o início dizem que o formato de filmes de super-herói geraria “fadiga” no público. Mesmo com tanto tempo de existência do próprio Universo Cinematográfico Marvel (MCU), iniciado há 15 anos e com dezenas de lançamentos, as produções seguem atraindo interesse.

“Estou na Marvel Studios há mais de 22 anos, e a maioria de nós aqui na Marvel Studios estamos juntos há cerca de uma década ou mais. Provavelmente no meu segundo ano na Marvel, as pessoas perguntavam: ‘Bem, quanto tempo isso vai durar? Essa moda de filmes de quadrinhos vai acabar?'. E eu não entendia essa pergunta. Porque, para mim, era como dizer depois de 'E o Vento Levou': 'Bem, quantos filmes mais podem ser feitos a partir de romances? Você acha que o público vai azedar com filmes adaptados de livros?'.”

Em sua visão, livros podem ser sobre “qualquer coisa”, assim como histórias de super-heróis. Então, nas palavras do executivo, “tudo depende da história que você está transformando”.

Marvel e os “80 anos de história”

Fundada em 1939, Marvel teve catálogo exaltado por Kevin Feige. A possibilidade de percorrer diversos gêneros cinematográficos faz com que o executivo fique bastante empolgado com o futuro.

“Há 80 anos das histórias mais interessantes, emocionantes e inovadoras contadas nos quadrinhos da Marvel, e é nosso grande privilégio poder pegar o que temos e adaptá-los. Outra maneira de fazer isso é adaptá-los a diferentes gêneros e aos tipos de filmes que queremos fazer.”

Por fim, ele afirma que é possível fazer “qualquer tipo de filme” que tenha a logomarca da Marvel Studios e “a semente da história editorial da empresa” caso a história seja “contada corretamente e adaptada da mesma maneira que fez o público acompanhar por tantos anos”.

O próximo filme do MCU a ser lançado nos cinemas é Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania. A obra estreia no Brasil no dia 16 de fevereiro.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!