Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Cinema / Actors on Actors

Priscilla: Jacob Elordi revela que interpretou Elvis como 'um homem que estava sofrendo'

Jacob Elordi e Colman Domingo participaram do 'Actors on Actors', talk show da Variety, e dividiram suas experiências em projetos recentes no cinema

Redação Publicado em 11/12/2023, às 18h21

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
'Priscilla' (Foto: Divulgação/A24)
'Priscilla' (Foto: Divulgação/A24)

Jacob Elordi e Colman Domingo participaram do Actors on Actors, talk show da Variety. Os atores de Euphoria dividiram suas experiências em projetos recentes, como Priscilla, no caso de Elordi, e Rustin, no de Domingo. Quando perguntado sobre o maior desafio para interpretar Elvis, Jacob afirmou que encarnou "O Rei" como "um homem que estava sofrendo":

Eu não queria prestar a ele o desserviço de interpretar “O Rei” que o mundo havia feito, porque foi isso que o machucou tanto. Era meu trabalho não brincar com sua fama, mas interpretá-lo como uma vítima dela — interpretá-lo como um homem que estava sofrendo. Porque, com grandes figuras, nunca pensamos neles sofrendo. Nas fotos, você vê um pouco, se olhar bem de perto. Agimos como se estivesse tudo bem ele ter morrido daquele jeito, mas não está. Um garotinho morreu. O peso disso ficou comigo. Eu nunca quis balançar os quadris, curvar os lábios, sorrir e ser sexy, porque a maneira como Priscilla o vê é a de um homem que está sofrendo. E ela ama esse homem.

Sofia Coppola, diretora do longa-metragem, admitiu que tentou não retratar Elvis como um vilão. Em conversa com Richard Curtis, no BFI Southbank, ela refletiu sobre cena em que Priscilla descobre uma suposta traição: “Eu realmente tentei não deixar tudo preto no branco. Eu realmente tentei não fazer dele o vilão".

“Mas aquela cena foi a mais dura, foi muito difícil fazer isso. Fizemos apenas algumas tomadas. Eu não conseguia vê-la sendo tratada daquela forma cruel. Mas é uma história de amor para ela e teve muitos altos e baixos, então tentei equilibrá-la para que tivesse momentos emocionantes e momentos sombrios."

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!