Sam Elliott se desculpa após criticar 'alusões à homossexualidade' em Ataque dos Cães: 'Me sinto terrível'

Anteriormente, Sam Elliott descreveu Ataque dos Cães como "pedaço de m*rda", além de criticar as "alusões à homossexualidade" no filme

Redação Publicado em 11/04/2022, às 09h45

None
Sam Elliott (Foto: Reprodução /Twitter) e Benedict Cumberbatch em Ataque dos Cães (Foto: Reprodução / Youtube)

Sam Elliott pediu desculpas pelas críticas que fez ao filme Ataque dos Cães (2021), filme de Jane Campion que levou o Oscar 2022 de Melhor Direção. Anteriormente, o ator descreveu a produção como "pedaço de m*rda", além de criticar as "alusões à homossexualidade" e questionar a autoridade da diretora neozelandesa sobre o tema faroeste. (Via Omelete)

Os protagonistas do filme, Kodi Smit-McPhee e Benedict Cumberbatch, chegaram a rebater os comentários de Elliott. "Além daquela reação - uma negação de que qualquer um pode ter uma existência além da heteronormatividade imposta pelos empregos ou por onde nasceram - há uma intolerância massiva sobre a homossexualidade e aceitação das diferenças," disse Cumberbatch.

Pedido de desculpas de Sam Elliott

Em um evento do Deadline, realizado no último domingo, 10, Elliott afirmou que Ataques dos Cães"mexeu" com ele e não "conseguiu dizer o que pensava de uma boa forma", por isso, "sente muito por ter machucado amigos, uma pessoa que amo e qualquer outro que tenha ouvido as palavras que disse."

"Acabei falando algumas coisas que machucaram as pessoas. Me sinto terrível por isso," disse o artista. "Essas pessoas [a comunidade LGBTQ+] foram minhas amigas em todos os níveis, e já trabalham comigo de todas as formas - daquela época até hoje, com o meu agente há décadas, que é também um querido amigo".

Sem se desculpar diretamente sobre o questionamento dele sobre a autoridade de Campion no tema faroeste, Elliott também disse: "Então quero pedir desculpas aos atores de Ataque dos Cães, que são todos maravilhosos, especialmente Benedict Cumberbatch".