‘Hipster da Federal’ invade casa e acaba baleado e morto

Lucas Valença, mais conhecido como 'Hipster da Federal,' morreu na quarta, 2 de março, aos 36 anos

Redação Publicado em 03/03/2022, às 17h33

None
Lucas Valença, o Hipster da Federal (Foto: Reprodução / Instagram)

O policial federal Lucas Valença, mais conhecido como “Hipster da Federal” e "Lenhador da Federal,” morreu na quarta, 2 de março, aos 36 anos, após ser baleado ao tentar invadir uma casa na região rural de Buritinópolis, em Goiás.

A informação foi confirmada pela Polícia Civil de Goiás. Valença ganhou o apelido de Hipster da Federal ao escoltar o ex-deputado Eduardo Cunha (MDB) em 2016, quando o político foi preso. 

+++ LEIA MAIS: Foto de Michael B. Jordan é usada em lista de suspeitos em investigação policial no Ceará; entenda

Amigos e familiares do policial revelaram que ele estava em surto psicótico desde 1º de março — e que, antes de invadir a casa onde morreu, Valença gritou que "havia um demônio" no imóvel.

Além disso, Valença desligou o disjuntor de energia e conseguiu arrombar a porta — assustando o morador da casa, quem estava com a esposa e a filha de três anos. Assim, o morador diz ter efetuado um disparo de espingarda na direção do invasor, sem saber se havia acertado.

+++ LEIA MAIS: Gêmeo de Dwayne Johnson? Policial norte-americano surpreende por semelhança com ator; veja

Valença foi atingido abaixo do peito, e morreu no local. De acordo com o UOL, o morador da casa não tinha autorização para posse de arma, a qual foi recolhida pela Polícia Militar. O homem foi encaminhado para a delegacia, prestou depoimento e já foi liberado.