Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Entretenimento / Carreira

Martin Scorsese opina sobre plano de aposentadoria de Quentin Tarantino

Quentin Tarantino quer parar aos 60 anos, enquanto Scorsese segue como diretor aos 80

Martin Scorsese (Foto: Emma McIntyre/Getty Images) e Quentin Tarantino (Foto: Kevork Djansezian/Getty Images)
Martin Scorsese (Foto: Emma McIntyre/Getty Images) e Quentin Tarantino (Foto: Kevork Djansezian/Getty Images)

Com quase 10 filmes lançados na carreira, Quentin Tarantino sempre falou de se aposentar aos 60 anos - e ele se prepara para lançar o último filme da carreira, intitulado The Movie Critic. Essa é uma postura diferente de Martin Scorsese que, aos 80 anos, ainda quer continuar na indústria.

Durante entrevista à Associated Press, Scorsese opinou sobre os planos de aposentadoria de Tarantino, e comentou as diferenças com o colega de profissão. "Ele é um escritor. É uma coisa diferente. Eu invento histórias," afirmou.

Sinto-me atraído por histórias por meio de outras pessoas. Todos meios diferentes, maneiras diferentes. E então acho que é um processo diferente.

+++LEIA MAIS: Todos os filmes de Martin Scorsese, do pior ao melhor, segundo Rolling Stone EUA [LISTA]

"Eu respeito os escritores e gostaria de poder. Eu gostaria de poder estar em uma sala e criar esses romances, não filmes, romances," continuou o cineasta na conversa. Em seguida, ele explicou como ainda está "curioso" sobre a forma de arte. Vale lembrar como o diretor lançou Assassinos da Lua das Flores em 19 de outubro de 2023 nos cinemas brasileiros.

"Continuo curioso sobre tudo. Essa é uma das coisas. Se estou curioso sobre algo, acho que vou encontrar um jeito," disse. "Se eu aguentar e segurar, vou dar um jeito de tentar fazer algo disso no filme, mas preciso ter curiosidade sobre o assunto."

Minha curiosidade ainda está lá. Eu não poderia falar por Quentin Tarantino ou por outros que são capazes de criar este trabalho no próprio mundo.

+++LEIA MAIS: Com Assassinos da Lua das Flores, Scorsese prova que tempo não importa para um ótimo contador de histórias [REVIEW]