Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Entretenimento / Relacionamento

Martin Scorsese reflete sobre amizade de 50 anos com Robert De Niro

Dupla colaborou em diversos filmes de sucesso - e o mais recente é Assassinos da Lua das Flores

Martin Scorsese e Robert De Niro no set de Assassinos da Lua das Flores (Foto: Reprodução/Twitter)
Martin Scorsese e Robert De Niro no set de Assassinos da Lua das Flores (Foto: Reprodução/Twitter)

Uma das maiores duplas da história de Hollywood, Martin Scorsese e Robert De Niro são bastante amigos fora das telas e se conhecem há 50 anos. Agora, o diretor refletiu sobre o relacionamento com o ator, com quem colaborou em filmes como Taxi Driver – Motorista de Táxi (1976), Touro Indomável (1980) e Assassinos da Lua das Flores (2023).

Em entrevista a Stephen Colbert (via People) no New Jersey Performing Arts Center, Scorsese aproveitou para falar um pouco sobre o amigo. "Eu disse na festa de aniversário de 80 anos dele que nos permitimos cerca de 60 segundos em Cannes," afirmou. "À noite, depois do filme, há alguns meses, tomamos um pouco de champanhe e nos recostamos, e a piscina estava lá embaixo, e o hotel que estávamos era muito bonito."

+++LEIA MAIS: Martin Scorsese opina sobre plano de aposentadoria de Quentin Tarantino

"Havia holofotes, e o céu, e as estrelas. E ele olhou para mim, recostou-se e disse: 'Você acreditaria, daqui a 50 anos, onde estaremos?'", continuou o diretor. "Ele não conseguia acreditar. Ele disse: 'Vamos tomar um gole."

Ele tinha uma confiança estranha. Mas acho que, de alguma forma, descobrimos que sentíamos muito semelhante em relação à nossa situação.

Em seguida, Martin Scorsese revelou a importância de Robert De Niro para a existência de Touro Indomável. Antes das filmagens, o cineasta estava em um "período absolutamente louco" e "quase não saí vivo, mas finalmente De Niro chegou ao hospital e me disse: 'Vamos, Marty.'"

+++LEIA MAIS: Martin Scorsese revela 5 filmes que inspiraram 'Assassinos da Lua das Flores'

"Quando isso aconteceu, eu fiz Taxi Driver, e New York, New York (1977) infelizmente não foi bem, e achei muito difícil descobrir se algum dia poderia ficar animado novamente em fazer um filme, e comecei a me tornar deprimido e passando por todos os tipos de problemas e, finalmente, quase morri basicamente," contou. Então, De Niro “continuou pressionando” para que o filme de 1980 saísse do papel. Claro, Scorsese dá crédito ao ator por isso até hoje.