Rob Schneider, de Gente Grande, estimula boicote à vacina contra Covid: 'Experimental e não aprovada'

Em publicação no Twitter, Rob Schneider incentivou as pessoas a negarem vacina contra a Covid-19

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 12/07/2021, às 17h59

None
Rob Schneider (Foto: Monica Schipper / Getty Images)

Rob Schneider, ator de Gente Grande (2010), foi criticado ao incentivar as pessoas a não tomarem vacina contra a Covid-19, e as chamou de “terapia gênica experimental não aprovada.” 

No twitter, Schneider fez uma publicação incentivando os seguidores a negarem a imunização. Além de ser contra a vacinação, o ator usou a hashtag#2ndAmendmentIsForThis, a qual defende o porte de armas nos Estados Unidos.  

+++ LEIA MAIS: Número de mortes de Covid-19 nos 4 meses de 2021 supera total de óbitos em 2020

“Apenas diga não… E continue dizendo não… Mais da metade da população dos EUA continua a dizer não a essa terapia genética experimental não aprovada! Meu corpo, minha escolha! #2ndAmendmentIsForThis.” Confira a publicação: 

Contrariando o tweet do ator, mais da metade da população dos Estados Unidos está vacinada e as vacinas receberam autorizações de uso emergencial do FDA. Além disso, não afetam ou interagem com nosso DNA, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (via Consequence.net). 

+++ LEIA MAIS: OMS vê ‘com muita tristeza’ pandemia da Covid-19 no Brasil; entenda

Após mais de 500 mil mortes em solo nacional, é de extrema importância que a população tome vacinas contra a Covid-19, as quais possuem segurança e eficácia comprovada. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, 86,80 milhões de pessoas já receberam a primeira dose no intuito de vencer a luta contra o Coronavírus.


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL