Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Entretenimento / ESTREIA

Netflix quase alterou final controverso de Um Dia em minissérie

Minissérie conta a história de Dexter e Emma durante um período de 20 anos, sempre no dia 15 de julho, por um motivo bastante específico

Netflix quase alterou final controverso de Um Dia em minissérie (Foto: Divulgação/Netflix)
Netflix quase alterou final controverso de Um Dia em minissérie (Foto: Divulgação/Netflix)

Um Dia, minissérie baseada no romance homônimo de David Nicholls, já está disponível na Netflix. A produção conta a história dos amigos Dexter (Leo WoodallThe White Lotus) e Emma (Ambika Mod, This Is Going to Hurt), que são apaixonados um pelo outro, não ficam juntos em um primeiro momento, mas mantém o contato durante anos.

Quem já leu o livro de Nicholls ou assistiu à primeira adaptação da história, um filme lançado em 2011 com Anne Hathaway (Os Miseráveis) e Jim Sturgess (Across the Universe), sabe que a história tem um final bastante controverso e, na nova adaptação, a Netflix chegou a considerar mudá-lo. A informação foi revelada pela showrunner e produtora executiva Nicole Taylor em entrevista ao Entertainment Weekly.

Atenção: o texto a seguir contém spoilers do final de Um Dia, nova minissérie da Netflix!

Em Um Dia, nós acompanhamos a história durante um período de vinte anos, mas sempre no dia 15 de julho. Ao final da história, descobrimos que a data marca o dia em que Emma sofreu um acidente de trânsito e acabou morrendo, encerrando tragicamente a história de amor. Segundo Taylor, a ideia de mudar esse final foi levada até o autor da história:

"Não me senti pressionada para mudar o final ou mantê-lo. Eu só queria entrevistá-lo novamente para saber seu lugar na história. Depois de tirar isso a limpo, é melhor você ter algo tão bom, se não melhor, em termos do significado da trama como um todo e da natureza cósmica duradoura do amor e da amizade e como toda a sua vida pode ser definida por um acaso", explicou a showrunner.

Taylor ainda disse que, apesar da frustração de alguns leitores, ela entende que o acontecimento é importante para o desenvolvimento da narrativa de Um Dia: "Algumas pessoas acham que é uma coisa terrível de se fazer nesse tipo de romance, que quebra o gênero de uma forma que é frustrante para os leitores. Portanto, estou ciente de que para algumas pessoas parece um truque, uma trapaça ou algo assim. Para mim, foi o ponto de partida do livro", esclareceu..

"A história é sobre um dia que parece comum. Por que estamos vendo este dia? É um dia bastante agitado, mas por que não estamos vendo o dia em que eles se casarão? Por que não os vemos no Natal? Por que não estamos vendo todas essas outras coisas sobre as quais eles falam? Ah, o motivo que estamos vendo este dia é por causa disso", concluiu.

Sobre Um Dia

Além de Ambika Mod e Leo Woodall, a nova adaptação de Um Dia ainda conta com Amber Grappy (Wreck), Brendan Quinn (Rough), Jonny Weldon (A Casa do Dragão), Tom McInnerny (Um Lugar Chamado Notting Hill), Eleanor Tomlinson (Jack, O Caçador de Gigantes), Essie Davis (O Babadook) e Adam Loxley (Minha Prima Raquel). Assista ao trailer:

Qual foi a melhor série de 2024 até agora? Vote no seu favorito!

  • Percy Jackson e os Olimpianos
  • True Detective: Terra Noturna
  • Expatriadas
  • Zorro
  • Sr. & Sra. Smith
  • Um Dia

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!