Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Rock

A melhor banda de todos os tempos, na opinião de Axl Rose

Vocalista do Guns N’ Roses manifestou predileção por grupo britânico em mais de uma ocasião, além de ter indicado outros de seus favoritos

Axl Rose (Foto: Getty Images)
Axl Rose (Foto: Getty Images)

O Guns N’ Roses surgiu em um período onde já era um pouco mais complicado ser inovador. Por isso, a banda então formada por Axl Rose (voz), Slash (guitarra solo), Izzy Stradlin (guitarra rítmica), Duff McKagan (baixo) e Steven Adler (bateria) tinha suas influências bem aparentes. O grande mérito do grupo foi justamente resgatar elementos diferentes em um cenário que estava olhando demais para outras referências.

No álbum de estreia, Appetite for Destruction (1987), o elo mais forte de comparação é com o Aerosmith. Sonoridade, letras e até mesmo estilo de vida eram similares à banda do vocalista Steven Tyler. Já no combinado duplo Use Your Illusion (1991), referências mais amplas começaram a aparecer, como Elton John e Queen.

Este último grupo é citado por Axl Rose como o seu favorito de todos os tempos. Freddie Mercury e companhia serviram como inspiração para o cantor americano em diferentes momentos de sua vida, já que ele cita sua predileção em entrevistas dadas tanto na década de 1980 quanto nos anos 2010.

À Atlas Magazine(via Far Out Magazine), em 2018, Rose foi bastante direto ao dizer:

“Para mim, é fácil escolher a melhor – Queen é a melhor banda e Freddie Mercury é o maior frontman de todos os tempos. A banda é a melhor porque eles abraçaram tantos estilos diferentes.”

Na sequência, o cantor ainda apontou como o talento de Mercury enquanto compositor de letras foi importante para ele em um nível pessoal.

“Se eu não tivesse as letras de Freddie Mercury para segurar quando garoto, não sei onde estaria. Eles me ensinaram sobre todas as formas de música... isso abriu minha mente. Eu nunca tive um professor maior em toda a minha vida.”

Disco essencial

À Rolling Stone EUA, em 1989, Axl Rose mencionou o Queen em pelo menos duas ocasiões diferentes durante a mesma entrevista. Na primeira, ele discutia sobre como a parte acústica do trabalho GN’R Lies (1989) expunha outro lado do Guns N’ Roses.

“Sempre olhei para as coisas de uma forma versátil por causa do Queen, ELO, Elton John, especialmente das antigas, e grupos como esses. Com Queen, tenho o meu álbum favorito: Queen II. Sempre que o disco mais novo deles era lançado e tinha todos esses outros tipos de música, no começo eu só gostava de uma ou outra música, mas depois de um período ouvindo, abria minha mente para tantos estilos diferentes. Eu realmente admiro o Queen. É algo que eu sempre quis ser capaz de alcançar. É importante mostrar às pessoas todas as formas de música, tentar dar um ponto de vista mais amplo.”

Já na segunda, ele foi convidado a revelar tudo aquilo que estava ouvindo no momento. Em meio a vários artistas e bandas mencionados, o grupo de Freddie Mercury foi lembrado novamente — e mais uma vez citando o álbum Queen II, responsável por apresentar músicas como “Seven Seas of Rhye”,“Father to Son” e “Ogre Battle”.

“Hoje, meu disco favorito é Something/Anything? (1972), de Todd Rundgren. Acabou de se tornar. Ainda tenho meus favoritos e tudo o mais, como Sex Pistols, ELO e Queen. Os dois discos que sempre compro se há um toca-fitas por perto e não tenho as fitas na bolsa são Never Mind the Bollocks (1977, Sex Pistols) e Queen II (1974, Queen). Acho que ficaria em apuros para descobrir qual deles eu iria querer se estivesse preso em uma ilha deserta. Eu poderia ir com os Pistols, porque talvez um barco me ouvisse se eu o tocasse.”

Fanático por música, Rose ainda destacou mais de suas referências musicais naquela época.

“Ultimamente tenho ouvido Derek and the Dominos, The Bar-Kays. Eu realmente gosto do primeiro álbum da Patti Smith (Horses, de 1976). Estou começando a descobrir The Cure. Eu continuo tentando encontrar coisas para me abrir. Eu gosto de Soundgarden, o cantor (Chris Cornell) é excelente. Canta muito bem. No circuito underground, gosto muito do Saigon Saloon.”

Vale lembrar que, em 1992, Axl Rose teve a oportunidade de se apresentar com os integrantes remanescentes do Queen durante um show em tributo a Freddie Mercury. Na ocasião, junto a Brian May (guitarra), John Deacon (baixo) e Roger Taylor (bateria), ele cantou “Bohemian Rhapsody” (também com participação de Elton John) e “We Will Rock You”.