Foo Fighters cancela show após local recusar medidas de segurança contra covid-19

Banda emitiu um comunicado acerca da falta de comprometimento do local com medidas de segurança contra covid-19

Redação Publicado em 01/12/2021, às 11h03

None
Foo Fighters (Foto: Theo Wargo/Getty Images for MTV/ViacomCBS)

Nesta terça, 30 de novembro, o Foo Fighters comunicou ao público o cancelamento do show no Huntington Bank Stadium, em Minneapolis, Estados Unidos, após o local se recusar a adotar as medidas de segurança contra a covid-19 propostas pela banda e equipe. O grupo, assim como o vocalista Dave Grohl, sempre teve um posicionamento evidente em relação às medidas necessárias para contenção do vírus. 

Nas redes sociais oficiais do Foo Fighters, a banda liderada por Grohl emitiu uma declaração, expondo que o espaço não queria concordar com as medidas de segurança estabelecidas pelo grupo. Desse modo, o show, programado para o dia 3 de agosto de 2022, estava cancelado no local, via Consequence of Sound

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza Brasil: Foo Fighters, Miley Cyrus e Doja Cat estão entre atrações para edição 2022

"Devido à recusa do Huntington Bank Stadium em concordar com as medidas de segurança da banda contra a Covid, o Foo Fighters não poderá se apresentar naquele local. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente e estamos trabalhando para encontrar um substituto adequado — um que priorize a saúde e segurança de todos que trabalham e participam do show," disse a banda no comunicado. 

Segundo as informações da imprensa internacional, para as apresentações ao vivo, o estádio em Minneapolis não exige máscaras, nem comprovação de vacinação ou testes com resultado negativo para a covid-19. Veja o comunicado do Foo Fighters:

+++ LEIA MAIS: Foo Fighters: Dave Grohl revela significados dos hits ‘Learn to Fly’ e ‘Everlong’


Nesta terça, 30 de novembro, a banda divulgou uma turnê em 16 cidades da América do Norte com datas a partir de maio de 2022. O comunicado acerca do show de Minneapolis veio logo em sequência.