Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Gal Costa: 'Devo minha vida a Gal', diz guitarrista que 'duelou' com cantora

Em 1981, Gal Costa alcançava as notas da guitarra de Victor Biglione durante performance de 'Meu Nome é Gal'

Redação Publicado em 09/11/2022, às 16h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gal Costa (Foto: Scott Gries/Getty Images)
Gal Costa (Foto: Scott Gries/Getty Images)

Que Gal Costa era uma cantora completa, todos os brasileiros sabiam, e um vídeo, no qual ela era "desafiada" pelo guitarrista Victor Biglione, mais do que comprova essa afirmação. No trecho que viralizou, a artista alcançava as mesmas notas do instrumento em uma performance eletrizante de "Meu Nome é Gal."

Segundo informações da BBC, o vídeo, gravado em janeiro de 1981 no Rio de Janeiro, voltou a circular na internet após a triste notícia do falecimento da cantora na manhã desta quarta, 9. Ao site, Biglione relembrou o momento icônico no qual "desafiava" a brasileira.

+++LEIA MAIS: Gal Costa foi uma das 10 maiores vozes da música brasilei

"O que aconteceu foi algo muito marcante para mim. Eu vou na última nota da guitarra, e ela acompanha," afirmou. "Tenho nem condições de voltar a assistir ao vídeo agora, seria uma morte para mim. Perder a Gal é como perder minha mãe, meu pai."

Ela era melhor pessoa do mundo, uma das artistas mais importantes do Brasil. Eu devo minha vida inteira a Gal, a minha casa eu devo a ela.

Gal Costa no Coala Festival: assista uma das últimas apresentações da cantora

A morte de Gal Costa surpreendeu a música brasileira nesta quarta-feira (9). Aos 77 anos, a cantora tinha uma turnê, "As Várias Pontas de uma Estrela", com datas marcadas para dezembro e janeiro, além de ter cancelado algumas apresentações recentes, notoriamente sua participação no Primavera Sound, em São Paulo, no último fim de semana.

+++LEIA MAIS: Gal Costa, em um dos últimos shows, fez gesto de Lula e incentivou voto; veja

Além do Primavera, Gal já havia cancelado outra apresentação anterior, na I Bienal de Artes de Belém, no Pará, no último mês de setembro. O cancelamento ocorreu dias após seu show no Coala Festival, onde subiu ao palco do Memorial da América Latina, em São Paulo, ao lado de Rubel e de Tim Bernardes, no dia 17 daquele mês.

Na apresentação, Gal emocionou o público de sábado, com músicas próprias, além de versões de nomes como Chico Buarque e Djavan. Além disso, manifestou-se sobre as eleições que ocorreriam em outubro, poucos dias após o festival.

+++LEIA MAIS: Gal Costa: famosos lamentam morte da cantora; 'Uma das maiores cantoras brasileiras'

"Daqui a 15 dias a gente escolhe o nosso presidente. Vamos votar direitinho, vamos votar com sabedoria e com inteligência. Vamos votar sem ódio e vamos votar com amor", disse, fazendo o "L" associado ao presidente eleito Luis Inácio Lula da Silva.

Abaixo, você assiste ao show completo de Gal Costa no Coala Festival:

+++LEIA MAIS: Gal Costa: Em 1986, cantora gravou hino para a Copa do Mundo [FLASHBACK]