Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Irmão de Elvis pede perdão após declarar que astro se suicidou

Meio-irmão de Elvis Presley publicou um pedido de desculpas por insinuar em documentário que cantor teria causado a própria morte intencionalmente

Elvis Presley e David Stanley (Reprodução)
Elvis Presley e David Stanley (Reprodução)

David Stanley, meio-irmão de Elvis Presley, pediu desculpas publicamente após tecer comentários sobre a morte do astro em um documentário.

"A todos os fãs de Elvis e meus seguidores no Facebook ou em qualquer rede, eu lamento pelos comentários negativos que fiz em um documentário sobre Elvis filmado ano passado."

A declaração veio na terça-feira (27), quando Stanley adereçou suas falas no documentário da Amazon Prime Elvis’ Women [As mulheres de Elvis], ainda não disponível no Brasil.

No filme, ele afirma que Elvis se suicidou. “Ele premeditou tomar os remédios que o mataram”, declarou David Stanley. “Amor, mágoa, dor, exposição... ele simplesmente não aguentava mais”.

Elvis Presley e David Stanley (Reprodução)
Elvis Presley e David Stanley (Reprodução)

Pelas redes, Stanley reconheceu a revolta de fãs do cantor frente a suas declarações:

"Não há dewculpas para os comentários e eu entendo completamente por que vocês ficariam bravos. Eu amo e sempre vou amar Elvis, e ser parte de sua família. Ele é mais que digno de seu amor. Ele amava vocês. Eu amo vocês e tudo o que posso fazer é pedir que perdoem minhas ações irresponsáveis."

Elvis Presley morreu em 1977, vítima de um ataque cardíaco, após uma overdose acidental. O documentário Elvis' Women ainda não tem previsão de estreia no Brasil.