Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Justin Bieber: Loja remove coleção após cantor chamar produtos de 'lixo'

Varejista H&M estaria vendendo roupas com nome e imagem de Justin Bieber sem autorização

Redação Publicado em 21/12/2022, às 16h02

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Justin Bieber (Foto: Getty Images)
Justin Bieber (Foto: Getty Images)

A varejista H&M removeu coleção de peças de Justin Bieber após cantor fazer reclamações públicas em seu Instagram. O astro pop chamou peças de "lixo" e afirmou que a loja não tinha autorização para uso de sua imagem.

Além do nome de Bieber, coleção contava com imagens e a marca do cantor. Ele pediu aos fãs para que não comprassem os produtos: "Não aprovei o merch que colocaram na coleção da H&M. Foi tudo sem minha permissão e aprovação. Eu não compraria se fosse vocês."

+++ LEIA MAIS: 7 shows cancelados no Brasil em 2022: de Justin Bieber a The Calling [RANKING]

Toda essa coleção é lixo. Eu não aprovei. Não comprem.

"Em respeito a colaboração e a Justin Bieber," H&M anunciou que não venderá as peças nas lojas físicas e online, segundo nota enviada à Rolling Stone EUA. Representantes de Bieber não responderam pedido por comentário.

A coleção da empresa multinacional sueca inclui camisetas, moletons e outras peças de roupas. Esta, no entanto, não se trata da primeira "colaboração" entre cantor e H&M. A loja havia feito coleções especiais para os discos Purpose (2016) e Changes (2020), além de peças para turnê em 2017. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!