My Chemical Romance: 'The Foundations Of Decay' é a música favorita de Mikey Way; entenda

'Foundations Of Decay' foi lançada de surpresa na última quinta, 12, após banda lançar nada por oito anos

Redação Publicado em 13/05/2022, às 15h51 - Atualizado em 14/05/2022, às 18h30

None
Gerard e Mikey Way (Foto: Jeff Fusco / Correspondente)

Mikey Way, baixista do My Chemical Romance (MCR), revelou como "The Foundations Of Decay," primeira música inédita da banda desde 2014, é a favorita dele. Na noite da última quinta, 12, o quarteto lançou a canção de surpresa - e caiu nas graças de diversos fãs pelo mundo.

Em uma publicação feita no Instagram logo após o lançamento do single, o músico do MCR compartilhou diversos elogios para "The Foundations Of Decay." "Esta é a minha música favorita do My Chemical Romance de todos os tempos. "Espero que você ouça e goste," escreveu na rede social.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mikey Way (@mikeyway)

+++LEIA MAIS: My Chemical Romance: Gerard Way acredita no futuro do rock: ‘Pessoas sentem falta de guitarras’

O guitarrista Frank Iero também compartilhou a própria opinião sobre a nova música, e publicou no Instagram: "Feliz dia de lançamento, rapazes! Já faz um tempo, mas eu não poderia estar mais feliz por finalmente dizer essas palavras ou mais orgulhoso dos meus irmãos e do que criamos juntos. Tudo isso. Da navalha ao rosário."


"The Foundations Of Decay"

Após oito anos sem músicas inéditas, My Chemical Romance voltou à ativa e lançou "The Foundations Of Decay." A icônica banda emo formada por Gerard Way (vocal), Mikey Way (baixo), Ray Toro (guitarra) e Frank Iero (guitarra) tem shows marcados no Reino Unido e Europa ainda em maio de 2022.

+++LEIA MAIS: My Chemical Romance: 5 curiosidades sobre The Black Parade: casa mal-assombrada, Pica-Pau e mais [LISTA]

A música começa com um ritmo emotivo e lento, e o vocalista Gerard Way canta: "Veja o homem na colina, ele sonha com todas as batalhas vencidas / mas o destino deixou suas cicatrizes em seu rosto, com todas os estragos que fizeram." Durante o épico de seis minutos, Way também parece comentar os ataques de 11 de setembro, evento que levou à formação do grupo.

E ele estava lá, no dia em que as torres caíram / E então ele vagou pela estrada / E todos nós construímos nossas próprias torres / Só para ver as raízes corroerem / Mas é tarde demais / Você está na corrida / Então vamos pressionar / E pressionar até você não aguentar mais