Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Por que Eddie Van Halen não foi aceito no Kiss?

Guitarrista teria pedido a Gene Simmons para entrar no Kiss, no entanto, Paul Stanley nega episódio

Gene SImmons e Eddie Van Halen (Foto: Getty Images)
Gene SImmons e Eddie Van Halen (Foto: Getty Images)

Eddie Van Halen tentou entrar no Kiss, de acordo com Gene Simmons, baixista do grupo. A declaração veio em entrevista ao jornalista Paul Brannigan enquanto escrevia a biografia do livro Eruption: The Eddie Van Halen Story (via Whiplash).

Simmons contou que o desejo de Eddie surgiu enquanto o Kiss gravava o disco Creatures of the Night de 1982 e que Eddie pediu para encontrá-lo porque não aguentava mais conviver com David LeeRoth.

+++LEIA MAIS: Gene Simmons se prepara para o último show do Kiss; 'será de partir o coração'

"[David Lee] Roth está me enlouquecendo, eu não aguento mais! Eu quero sair daquela banda... posso me juntar ao Kiss?', disse Eddie a Simmons.
E eu respondi: 'Você tem que ficar naquela banda, Eddie. O coração e a alma dela são a sua guitarra, se você sair, não existe mais Van Halen. Além do mais, simplesmente não há oxigênio suficiente na sala para você no Kiss, porque você teria um milhão de ideias," conta Simmons.

De acordo com o baixista, ele foi o responsável por convencer Eddie a aturar Roth e permanecer no Van Halen, no entanto, para Paul Stanley, guitarrista do Kiss, o tal pedido nunca aconteceu. Quando questionado pelo jornalista, Stanley explicou que Simmons nunca tocou no assunto com o grupo e que inclusive, a banda buscava por um guitarrista solo e não fazia sentido recusar Eddie. 

+++ LEIA MAIS: Quais são os planos do Kiss para o futuro? Gene Simmons responde