Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Guia

The Cure: o que esperar do show no Primavera Sound 2023

Sexteto britânico volta ao Brasil após 10 anos com apresentação de 2h30 - e repleta de clássicos - no próximo domingo (3); aqui reunimos setlist, vídeos e o que esperar

Robert Smith, vocalista da banda The Cure (Foto: Harmony Gerber/Getty Images)
Robert Smith, vocalista da banda The Cure (Foto: Harmony Gerber/Getty Images)

O The Cure volta ao Brasil no próximo final de semana para uma apresentação única na edição 2023 do Primavera Sound. Essa é a quarta vez que o grupo de Robert Smith se apresenta no Brasil e a primeira desde 2013.

+++ LEIA MAIS: Primavera Sound, Paul McCartney e outros shows internacionais que acontecem no Brasil ainda em 2023

A apresentação, que encerra a programação de domingo, 3 de dezembro, é parte da turnê Shows of a Lost World, que inclui clássicos da banda, além de novidades, que devem integrar seu próximo álbum, Songs of a Lost World, anunciado em 2019. Vale lembrar que o The Cure não lança nenhum álbum de inéditas desde 4:13 Dream, de 2008, e que estava em hiato há sete anos até o anúncio da tour.

Para o show de São Paulo, a banda deve repetir, em 2h30, parte do que tem apresentado em outros concertos do braço latino da turnê - e o prometido por Robert Smith via post em seu perfil no X/Twitter, no último mês de junho:

"Para sua informação, nós vamos tocar sets de pelo menos 150 minutos em todos os nossos shows na América Latina - além disso vocês vão ver Twilight Sad, Just Mustard, Slowdive... e outros artistas muito bons."

A setlist do The Cure

Sets longas, aliás, não são exclusividade da apresentação no Primavera Sound São Paulo para o The Cure, que em 2013 fez um show de 3h15 para mais de 30 mil pessoas no Brasil. Na edição argentina do festival, que aconteceu no último dia 25, foram 27 faixas - uma ópera rock que reuniu 55 mil pessoas sob a batuta do maestro Smith.

Por lá, o sexteto dividiu a apresentação em três blocos, que contemplam a história de quase meio século da banda. Na primeira, a mais extensa, o grupo já olha para o futuro com "Alone", que integra as faixas do disco inédito do The Cure. Clássicos também aparecem aqui, como "In Between Days" e "Just Like Heaven", uma dobradinha que contempla bem o legado dos britânicos, assim como o primeiro bis e faixas como "Plainsong" e "Disintegration".

Mas é no segundo bis que Smith e companhia voltam com força total, com seis das faixas consagradas do The Cure, como "Lullaby", "Friday I'm in Love", "Close to Me" e a apoteótica "Boys Don't Cry".

Segundo o site setlist.fm, o álbum mais tocado é Disintegration (1989), com seis faixas, seguido de The Head on the Door (1985), com quatro, o não lançado Songs of a Lost World, Seventeen Seconds (1980) e Wish (1992), com três cada, e Kiss Me Kiss Me Kiss Me (1987), com duas. As coletâneas Boys Don’t Cry (1980), Curætion‐25: From There to Here From Here to There (2019), Japanese Whispers (1983), Join the Dots: B‐Sides and Rarities (2004) e os discos The Top (1984) e Wild Mood Swings (1996) aparecem com um música cada.

Veja abaixo a setlist do show no Primavera Sound Buenos Aires:

'Alone'
'Pictures of You'
'High'
'Lovesong'
'And Nothing Is Forever'
'Burn'
'Fascination Street'
'A Night Like This'
'Push'
'Inbetween Days'
'Just Like Heaven'
'At Night'
'Play for Today'
'A Forest'
'Shake Dog Shake'
'From the Edge of the Deep Green Sea'
'Endsong'

'It Can Never Be the Same'
'Want'
'Plainsong'
'Disintegration'

'Lullaby'
'The Walk'
'Friday I'm in Love'
'Close to Me'
'Why Can't I Be You?'
'Boys Don't Cry'

Vale lembrar que, mesmo com a exigência do vocalista Robert Smith de vender ingressos mais baratos, a atual turnê do The Cure, bateu recordes de vendas e públicos nos shows em 2023, segundo informações da Billboard.

O número se refere a braço norteamericano da Shows of a Lost World, que totalizou 35 apresentações pelos Estados Unidos e Canadá.

Como foi o show em Buenos Aires?

A apresentação da Argentina foi gravada em vídeo da íntegra. Assista abaixo:

Primavera Sound 2023

O Primavera Sound 2023 acontece nos dias 2 e 3 de dezembro no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Além do The Cure, headliner incluem Pet Shop Boys, The Killers, Marisa Monte e The Hives. Veja abaixo a programação dos quatros palcos:

2 de dezembro

Palco Corona

13h05 - 13h35: Getúlio Abelha
14h40 - 15h30: Black Midi
16h40 - 17h30: The Hives
18h40 - 19h40: Marisa Monte
21h35 - 23h05: The Killers

Palco Barcelona

12h30 - 13h: Àiyé
13h50 - 14h35: OFF!
15h40 - 16h30: Muna
17h40 - 18h30: Cansei de Ser Sexy
19h50 - 21h20: Pet Shop Boys

Palco São Paulo

13h00 - 13h30: Slipmami
14h10 - 15h: Marina Herlop
15h40 - 16h30: Dorian Electra
17h20 - 18h10: Slowdive
19h15 - 20h20: Kelela
21h00 - 22h05: MC Bin Laden

TNT Club

14h00 - 15h30: Carola
15h30-17h: Cherolainne
17h - 18h30: L_cio
18h30 - 19h30h: DJ Playero
19h30 - 20h30: DJ Gabriel do Borel convida Rebecca
20h30 - 22h00: Vhoor
22h00 - 23h: Hi-Tech

3 de dezembro

Palco Corona

12h: Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo
13h40 - 14h25: Just Mustard
15h30 - 16h20: Carly Rae Jepsen
17h40-18h50: Beck
20h25 - 22h55: The Cure

Palco Barcelona

13h05 - 13h35: Mateus Fazeno Rock
14h35 - 15h20: Soccer Mommy
16h30 - 17h30: Marina Sena
19h - 20h15: Bad Religion

Palco São Paulo

13h - 13h30: Nelson D & Edgar
14h15 - 15h: Filipe Catto
15h45 - 16h45: El Mató A Un Policía Motorizado
17h30 - 18h30: Róisín Murphy
19h - 20h30: TOKiMONSTA
20h40 - 22h40: The Blessed Madonna

TNT Club

14h - 15h30: Etcetera
15h30 - 17h: DJ Mau Mau
17h - 18h30: KL Jay
18h30 - 19h30: Mu540 convida Urias
19h30 - 20h30: Toccororo
20h30 - 21h30: Mc Carol
21h30 - 23h: Hudson Mohawke

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!