4 motivos para assistir Night Stalker se você é fã de true crime [LISTA]

Apesar da narrativa instigante sobre a investigação do serial killer Richard Ramirez, é preciso ter estômago para assistir à série documental da Netflix

Camilla Millan I @camillamillan Publicado em 22/03/2021, às 17h31

None
Night Stalker: Tortura e Terror (Foto: Reprodução)

Para os fãs de true crime, Night Stalker: Tortura e Terror pode ser uma produção muito interessante. A série documental da Netflix acompanha a investigação até a captura de Richard Ramirez, um dos serial killers mais notórios dos Estados Unidos e conhecido como Night Stalker

A produção estreou em janeiro no catálogo do streaming e tem uma narrativa envolvente. No entanto, não é qualquer um que tem estômago para acompanhar as atrocidades cometidas por Richard Ramirez.

+++LEIA MAIS: 4 séries documentais de true crime na Netflix para quem gostou de Cena do Crime: Mistério e Morte no Hotel Cecil [LISTA]

Sem cenas dramatizadas ou glamourização do serial killer, a produção acompanha a cruel realidade acerca dos crimes - e tudo a partir da perspectiva policial. Além disso, a série conta com grandes entrevistas que dão credibilidade e movimento à trama.

Confira 4 motivos para assistir à série Night Stalker: Tortura e Terror da Netflix:

+++LEIA MAIS: Por que a cultura pop tem obsessão por serial killers? [ANÁLISE]

Narrativa policial

A série consegue ser instigante do início ao fim. Com 4 episódios de cerca de 40 minutos, a produção conta a história a partir da narrativa policial - o que não deixa margem para glamourização dos fatos ou do serial killer.

O espectador acompanha todos os âmbitos da investigação, como a busca por pegadas, digitais e as dificuldades internas de cooperação entre delegacias e policiais - e a forma como as pistas são apresentadas deixa a narrativa ainda mais envolvente. 

+++LEIA MAIS: 5 séries de crime de 2020 que você provavelmente não assistiu na Netflix


Entrevistas

A produção conta com diversas entrevistas incríveis e consegue várias falas marcantes, principalmente dos policiais Gil Carrillo e Frank Salerno, responsáveis pelo caso na época. 

Contudo, a produção também inclui entrevistas com sobreviventes do serial killer, parentes de vítimas e, inclusive, com a imprensa, cujas declarações dão uma diferente perspectiva ao caso de Richard Ramirez.

+++LEIA MAIS: 3 motivos para assistir (e 3 para não assistir) Cena do Crime: Mistério e Morte no Hotel Cecil [LISTA]

Além disso, as falas dão uma grande veracidade às informações, e mostram como as ações do serial killer afetaram diferentes pessoas - dos parentes das vítimas aos próprios policiais - e ocasionaram em um clima de terror na cidade de Los Angeles.


Detalhes

Com fotos reais das cenas dos crimes, provas e relatos dos envolvidos na captura de Richard Ramirez, a série documental traz diversos detalhes importantes da investigação - o que certamente agrada aos fãs de true crime, mas pode ser pesado para os que não estão acostumados com esse conteúdo.

+++LEIA MAIS: Dália Negra: a história real do assassinato que nunca foi resolvido - e foi adaptado para o cinema

As imagens feitas na época da investigação trazem minuciosidades da trama. Ainda, as fotos das cenas somadas às entrevistas se complementam e oferecem uma narrativa sem pontas soltas.


Sem dramatização ou glamourização

Um grande problema de produções de true crime é a glamourização do assassino, mas em Night Stalker isso não acontece. Apesar da produção falar sobre a difícil infância de Richard Ramirez e as admiradoras do serial killer, não há grandes modificações na narrativa.

O serial killer é retratado de forma crua, cabendo ao espectador analisar os fatos, evidências e crimes para entender a situação, assim como os investigadores fizeram na época. Por isso, a produção não deixa aberturas para sensacionalismo ou para a dramatização de acontecimentos - ponto positivo para os admiradores de true crime.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

+++ HUNGRIA HIP HOP | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL